quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Angola - 'ITINERÁRIO DA LITERATURA ANGOLANA', de Carlos Ervedosa - Luanda 1972 - MUITO RARO



Angola - A literatura angolana do final do período colonial descrita por um dos seus melhores especialistas


'ITINERÁRIO DA LITERATURA ANGOLANA'
De Carlos Ervedosa
Editorial Culturang
Luanda 1972


Livro com 142 páginas e em muito bom estado de conservação.
De muito, muito difícil localização.
MUITO RARO.


Da contra-capa:
"O autor deste 'ITINERÁRIO' é natural de Luanda e descende de famílias que se radicaram em Angola nos alvores do nosso século.
Os seus estudos universitários efectuaram-se nas cidades de Lisboa e Porto, tendo-se formado em Ciências Geológicas, pela Faculdade daquela cidade nortenha.
Embora com formação essencialmente técnica, desde muito cedo se tem ocupado de temas que se inserem no campo das ciências humanas. ainda em estudante é-lhe atribuído o 'Prémio Rui de Serpa Pinto'que a Universidade do Porto bienalmente outorga ao aluno que melhores qualidades de investigação demonstra na cadeira de Antropologia.
Dirigiu Departamentos culturais de organismos circum-escolares universitários e tem colaboração em diversas publicações literárias, especialmente angolanas.
Exerce actualmente as funções de Assistente da Universidade de Luanda e é também membro da Comissão Assistente à Direcção da Biblioteca Nacional de Angola.
(...)"



Do ÍNDICE:
- Dedicatória;
- Nota de abertura;

1. - A literatura tradicional angolana. As recolhas de Henri Chatelain, Óscar Ribas e Carlos Estermann;
2. - Precursores: António Dias de Macedo e José da silva Maia Pereira;
3. - Criação da Imprensa em Angola. A geração de 1880;
4. - A geração de 1900. Paixão Franco, Silvério Ferreira e Francisco Castelobranco;
5. - O primeiro quartel do séc. XX. António de Assis Júnior;
6. - O desenvolvimento da imprensa. O apogeu da literatura de temática ultramarina;
7. - A década de 40. O 'suplemento de Domingo' do jornal 'A PROVÍNCIA DE ANGOLA';
8. - António Videira e Tomaz Vieira da Cruz, expoentes mais altos da 'geração do suplemento';
9. - Ainda a década de 40. Os escritores Castro Soromenho, Lília da Fonseca e Bessa Victor;
10. - Escritores de Benguela. O poeta Aires de Almeida Santos;
11. - Os tempos do após-guerra. A Casa dos Estudantes do Império;
12. - A década de 50. O Movimento dos Novos Intelectuais de Angola;
13. - Quatro escritores diferentes: Óscar Ribas, Cochat Osório, António Pires e Reis Ventura;
14. - CULTURA, órgão da Sociedade Cultural de Angola;
15. - Ernesto Lara Filho, o primeiro cronista angolano;
16. - O 1.º colóquio da Poesia Angolana;
17. - Incremento da actividade editorial: 'C.E.I.', 'IMBONDEIRO' e 'BAILUNDO';
18. - A década de sessenta. Um concurso literário que se impõe;
19. - O 1.º Encontro de Escritores de Angola;
- Bibliografia.



Preço: 70,00€

Sem comentários:

Enviar um comentário

APÓS A SUA MENSAGEM INDIQUE O SEU E-MAIL E CONTACTO TELEFÓNICO
After your message, please leave your e-mail address or other contact.