domingo, 19 de março de 2017

Angola & Ultramar - 'ENTRE DUNAS E O MAR: PORTO ALEXANDRE - DA SUA HISTÓRIA, DA TERRA E DAS SUAS GENTES', de Cecílio Moreira - Luanda 1965 - MUITO RARO



Angola & Ultramar - Uma monografia invulgar desta cidade do sul da antiga colónia portuguesa da África ocidental


'ENTRE DUNAS E O MAR: PORTO ALEXANDRE - DA SUA HISTÓRIA, DA TERRA E DAS SUAS GENTES'
De Cecílio Moreira
Edição da Sociedade Publicitária de Angola
Luanda 1965


Livro com 58 páginas, ilustrado e em muito bom estado de conservação.
De muito, muito difícil localização.
MUITO RARO.


Preço: 0,00€ (Indisponível)

África & Colonialismo - 'A TRADIÇÃO DE RESISTÊNCIA EM MOÇAMBIQUE - O Vale do Zambeze (1850 - 1921)', de Allen F. Isaacman ; Barbara Isaacman - Porto 1979 - MUITO RARO



Ultramar e Colonialismo - A resistência zambeziana ao domínio colonial português entre finais do século XIX e inícios do século XX


'A TRADIÇÃO DE RESISTÊNCIA EM MOÇAMBIQUE - O Vale do Zambeze (1850 - 1921)'
De Allen F. Isaacman e Barbara Isaacman
Editora Afrontamento
Porto 1979


Livro com 356 páginas, ilustrado com mapas e em muito bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
MUITO RARO.


Do ÍNDICE:
- Prefácio à primeira edição portuguesa;
- Introdução;

CAPÍTULO I
- A presença colonial portuguesa no Vale do Zambeze, 1550-1850: uma visão geral;

CAPÍTULO II
- O crescimento dos Estado Secundários e a conquista do Vale do Zambeze, 1850-1902;

CAPÍTULO III
- A luta pela independência do Barué (1870-1902);

CAPÍTULO IV
- O impacto do domínio colonial no Vale do Zambeze, 1880-1917: uma visão geral;

CAPÍTULO V
- Oposição localizada ao colonialismo, 1880-1917;

CAPÍTULO VI
- A génese de alianças anti-coloniais e as primeiras rebeliões, 1884-1904;

CAPÍTULO VII
- A rebelião Barué de 1917: uma elevada consciência zambeziana;

CAPÍTULO VIII
- O mito do passado Português e a natureza da rersistência africana;

Apêndices;
Bibliografia;



Preço: 35,00€;

sábado, 11 de março de 2017

Angola - Lote de 25 exemplares da Colecção IMBONDEIRO - Sá da Bandeira 1961 - 64 (Muito raros)


Angola - Exemplares da melhor literatura angolana do final do período colonial


LITERATURA ANGOLANA E ULTRAMARINA, PORTUGUESA E BRASILEIRA
Lote de 25 exemplares da Colecção IMBONDEIRO

Edição da Imbondeiro
Sá da Bandeira - Angola


Exemplar n.º 25/26
A DÚVIDA - Leonel Cosme

Dezembro 1961

Exemplar n.º 29
REINALDO CASTRO - O Unicórnio - O Jardim - O Homem tri-dimensional

Fevereiro 1962

Exemplar n.º 34
A VISITA - Antunes da Silva

Julho 1962

Exemplar n.º 35/36
PRÓDIGA - António Aurélio Gonçalves

Agosto 1962

Exemplar n.º 37
OS HOMENS DIVIDEM-SE EM DOIS GRUPOS - Heitor Gomes Teixeira

Setembro 1962

Exemplar n.º 38
ANTÓNIO D'ELIA - O velho e o cão - O Major

Outubro 1962

Exemplar n.º 39
DEFESA DA ILHA - Manuel Amaral

Novembro 1962

Exemplar n.º 41/42
SEIS CONTISTAS ALENTEJANOS - Américo Paiva, Antunes da Silva, Eduardo Teófilo, Garibaldino de Andrade, Manuel da Fonseca e Urbano Tavares Rodrigues

Janeiro 1963

Exemplar n.º 44
BEIRA DO CAÍS - Teobaldo Virgínio

Março 1963

Exemplar n.º 45/46
ESCADA PARA DESCER E SUBIR - Guedes de Amorim

Abril 1963

Exemplar n.º 47
VICENTE - O LIVRO DA PRIMEIRA CLASSE - MISSANGAS DE COR - Cristiano Valcorba

Maio 1963

Exemplar n.º 51
A FULA - Alexandre Cabral

Agosto 1963

Exemplar n.º 52
4 JOVENS CONTISTA ALENTEJANOS - António José Moita Galvão, Fernanda Dias, Manuel Piedade Correia e Matos Pereira

Setembro 1963

Exemplar n.º 53/54
SOL NA JANELA - Manuel Amaral

Outubro 1963

Exemplar n.º 55
O RAPAZ DOENTE - Gabriel Mariano

Novembro 1963

Exemplar n.º 58
O LAÇO VERMELHO - Angerino de Sousa

Fevereiro 1964

Exemplar n.º 59
A PRIMEIRA MANHÃ - António Augusto Sales

Março 1964

Exemplar n.º 61
OS SOBREVIVENTES - Manuel Seabra

Maio 1964

Exemplar n.º 67
A GAIVOTA - Agnelo de Oliveira

Novembro 1964

Exemplar n.º 68
NÚMERO DE NATAL
Natal (poema) - Amândio César
Os Cegos de Rubiães (conto) - Guedes de Amorim

Dezembro 1964



Preço: 250,00€ (Lote completo de 25 exemplares)
Venda avulso:
Números únicos - 12,50€; e
Números duplos - 17,50€;

Ultramar - 'A ARQUITECTURA EM ANGOLA - Ciclo Conguês - Arquitetura antiga de Luanda ', de Fernando Batalha - Coimbra 1966 - MUITO RARO




Ultramar & Angola - A inventariação e análise da arquitectura histórica da capital desta antiga colónia portuguesa


'A ARQUITECTURA EM ANGOLA - Ciclo Conguês - Arquitectura antiga de Luanda'
De Fernando Batalha
Edição da Universidade de Coimbra
Coimbra 1966


Livro com 34 páginas, ilustrado e em muito bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
MUITO RARO.


Preço: 70,00€;

Ultramar & Poesia - 'RESISTÊNCIA AFRICANA (Antologia poética)', Organizada por Serafim Ferreira - Lisboa 1975 - MUITO RARO



Ultramar & Poesia - A poesia africana de resistência ao colonialismo de Angola, Cabo Verde, Guiné, Moçambique e S. Tomé e Príncipe


'RESISTÊNCIA AFRICANA (Antologia poética)'
Organizada por Serafim Ferreira
Edição Di Abril
Lisboa 1975


Livro com 136 páginas e em muito bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
MUITO RARO.


Uma excepcional antologia editada no inícios de 1975 em Portugal, com poetas africanos e as suas poesias, a que o responsável designou por 'RESISTÊNCIA AFRICANA', obras dos mais significativos autores de Angola, Cabo Verde, Guiné, S. Tomé e Príncipe e Moçambique:
- Agostinho Neto; - Aires de Almeida Santos; - Alda Lara; - Alexandre Dáskalos; - António Cardoso; - António Jacinto; - Arménio Vieira da Silva; - Arnaldo Santos; - Artur Costa; - Costa Andrade; - Daniel Filipe; - Gabriel Mariano; - Geraldo Bessa Víctor; - José Craveirinha; - Kalungano; - Luandino Vieira; - Manuel Lima; - Manuel Lopes; - Mário António; - Mário Fonseca; - Maurício Almeida Gomes; - Noémia de Sousa; - Onésimo Martins; - Reinaldo Ferreira; - Rui Knopfli; - Rui Nogar; - Teobaldo Virgínio; - Tomás Jorge; - Tomaz Medeiros; - Viriato da Cruz;



Do ÍNDICE:
- BREVE CRONOLOGIA;
- A POESIA COMO ARMA POLÍTICA;

- AGOSTINHO NETO

'Aspiração'; - 'Criar'; - 'Quitandeira'; - 'Mussanda amigo';
- AIRES DE ALMEIDA SANTOS
'Meu amor da Rua Onze'; - 'Quem tem o Canhé?'; - 'A mulemba secou';
- ALDA LARA
'Prelúdio'; - 'Presença'; - 'Testamento';
- ALEXANDRE DÁSKALOS
'Despertar'; - 'Poema'; - 'Carta';
- ANTÓNIO CARDOSO
'Árvore de frutos'; - 'Poema'; - 'Sarita';
- ANTÓNIO JACINTO
'Castigo pró comboio malandro'; - 'Monangamba'; - 'Carta de um contratado'; - 'Poema da alienação';
- ARMÉNIO VIEIRA DA SILVA
'Evocação da minha infância';
- ARNALDO SANTOS
'Contratados'; - 'Lavadeira'; - 'Regresso'; - 'Poema';
- ARTUR COSTA
'Poema do tempo de angústia'; . 'Poema da redescoberta'; - 'Poema do reencontro';
- COSTA ANDRADE
'Dádiva'; - 'Jangos;
- DANIEL FILIPE
'Romance de Tomasinho-cara-feia'; - 'Madrigal de Frank a Bia de nha Noca';
- GABRIEL MARIANO
'Toada do contrabandista'; - 'A vozinha fraca dela'; - 'Família';
- GERALDO BESSA VÍCTOR
'Kalundu'; - 'Batuque';
- JOSÉ CRAVEIRINHA
'Grito negreo'; - 'Elegia a avó fanisse'; - 'Cântico a um Deus de alcatrão'; - 'Cantiga do negro do batelão';
- KALUNGANO
'Sonho da Mãe negra'; - 'Xangana, filho pobre';
- LUANDINO VIEIRA
'Canção para Luanda';
- MANUEL LIMA
'Kissange na noite'; - 'Jornada';
- MANUEL LOPES
'Crioulo'; - 'Libertação'; - 'Mochinho';
- MÁRIO ANTÓNIO
'Avó negra'; - 'O amor e o futuro'; - 'Linha quatro';
- MÁRIO FONSECA
'Quando nascerá a vida';
- MAURÍCIO ALMEIDA GOMES
'Se a minha terra é de cor'; - 'Estrela pequenina';
- NOÉMIA DE SOUSA
'Apelo'; - 'Deixa passar o meu povo';
- ONÉSIMO SILVEIRA
'Um poema diferente;
- OVÍDIO MARTINS
'Caoverdianamente'; - 'Reis da Baía'; - 'Adiado o tempo para amar';
- REINALDO FERREIRA
'Menina dos olhos tristes'; - 'Eu, Rossie'; - 'Receita para fazer um herói';
- RUI KNOPFLI
'Direcção proibida'; - 'Dawn'; - 'Carta ao poeta Eugénio Evtuchenko a propósito de uma suposta autocrítica'; - 'Gritarás o meu nome';
- RUI NOGAR
'Xicuembo'; - 'Elegia a mamana Isabel';
- TOBALDO VIRGÍLIO
'Seara'; - 'Rota longa';
- TOMÁS JORGE
'Colonização'; - 'Alma negra'; - 'Outro Jesus no areal';
- TOMÁS MEDEIROS
'Socopé por Nicolas Guillén';
- VIRIATO DA CRUZ
´Sô Santo';


Preço: 47,50€

Ultramar & Colonialismo - 'GUINÉ, MINHA TERRA', de Armando de Aguiar - Lisboa 1964 - Muito Raro



Ultramar & Colonialismo - Uma excelente monografia histórica da Guiné, com inúmera informação e ilustrações


'GUINÉ, MINHA TERRA'
De Armando de Aguiar
Edição da Agência-Geral do Ultramar
Lisboa 1964


Livro com 174 páginas, ilustrado e em muito bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
Muito Raro.


Da abertura:
'A política de verdadeiro aportuguesamento das terras e populações integradas no Mundo Português continua, sem uma pausa, desde que em 1415 iniciámos a expansão além-fronteiras. (...) O nosso génio colonizador, não distinguindo raças, religiões ou cores de pele, é um alto exemplo para ser seguido (...)'.


Preço: 40,00€;

Jugoslávia & Marxismo - 'TITO, MEU AMIGO, MEU INIMIGO', de Milovan Djlas - Lisboa 1980 - RARO



Jugoslávia & Marxismo - Um dos livros de maior impacto entre os membros do Partido Comunista Jugoslavo


'TITO, MEU AMIGO, MEU INIMIGO'
De Milovan Djlas
Livros do Brasil
Lisboa 1980


Livro com 260 páginas e em muito bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
RARO.


Do ÍNDICE:

1
- MAGIA E GRANDEZA DE UMA APRENDIZAGEM NEGATIVA;
2
- UMA ÚNICA DIMENSÃO: A POLÍTICA;
3
- SÓ NOS TORNAMOS CHEFES POR NÓS PRÓPRIOS;
4
- CORAGEM POLÍTICA: A MAIS ALTA FORMA DE CORAGEM;
5
- FIEL ÀS IDEIAS, MAS UNICAMENTE ÀS QUE CONSOLIDAM O SEU REGIME E DESTINO PESSOAL;
6
- NA CONSCIÊNCIA DE UM AUTOCRATA, O PODER E O POVO FORMAM UM SÓ;
7
- UM GRANDE HOMEM PERTENCE AO PAÍS QUE SERVE (Estaline);
8
- O LÍDER E O SISTEMA, MESMO INDEPENDENTES FAZEM UM SÓ;
9
- SE O SOBERANO CONSTRÓI A SUA IMAGEM, É A CORTE E OS CORTESÃOS QUE CONSTROEM O SOBERANO;
10
- PERSONALIDADE, CIRCUNSTÂNCIAS E OBRA SÃO INDISSOCIÁVEIS;
11
- ESCOLHER: A FELICIDADE OU A GLÓRIA;
12
- PARA CADA DEUS, O SEU 'DEMÓNIO', PARA CADA DOGMA, OS SEUS HERÉTICOS;
13
- JÁ NÃO HÁ JUÍZO DEFINITIVO DOS DIRIGENTES POLÍTICOS, COMO O NÃO HÁ DAS GUERRAS E DAS REVOLUÇÕES;

EPILOGO;
CRONOLOGIA.



Preço: 27,50€;

segunda-feira, 6 de março de 2017

Ultramar & Colonialismo - 'TERRAS DO FEITIÇO (Contos Africanos)', de Henrique Galvão - Lisboa 1934 - MUITO RARO



Ultramar & Colonialismo - A vida quotidiana entre as populações indígenas e os colonos portugueses nas possessões africanas


'TERRAS DO FEITIÇO (Contos Africanos) - 1.ª edição'
De Henrique Galvão
Edição Parceria António Maria Pereira
Lisboa 1934


Livro com 200 páginas e em muito bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
MUITO RARO.


Da autoria do capitão Henrique Galvão, este livro de contos da África portuguesa, em que o autor tenta retratar o quotidiano dos povos nativos e dos colonos portugueses (civis e militares), na suas mais variadas vertentes sociais e dos costumes, com a acutilância que lhe era característica.


Do ÍNDICE;
- 'A aventura de António Pais'
- 'Mulheres Boers;
- 'O branco que odiava as brancas';
- 'História sentimental de um leão';
- 'O macaco e o macaqueiro';
- 'Feitiço;
- 'Terras do feitiço (usança do gentio)';
- 'Pretos e brancos';
- 'Era uma vez África'.



Preço: 0,00€; (Indisponível)

Ultramar & Colonialismo - 'ANGOLA - CULTURAS TRADICIONAIS', de AAVV - Coimbra 1976 - Muito Raro




Ultramar - As culturas tradicionais dos povos angolanos no período colonial


'ANGOLA - CULTURAS TRADICIONAIS'
AAVV
Instituto de Antropologia da Universidade de Coimbra
Coimbra 1976


Livro com 68 + 24 páginas de estampas, muito ilustrado e em muito bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
Muito Raro.


Do ÍNDICE:

I. - O MUSEU

II. - A EXPOSIÇÃO

III. - TRADIÇÃO E DESENVOLVIMENTO
1. - Angola: o meio, as origens, o universo;
1.1 - Pré-História e Arqueologia;
2. - Técnicas e grupos sócio-culturais;
2.1 - Técnicas de aquisição;
2.1.1 - Caça e pesca;
2.1.2 - criação de gado;
2.1.3 - Agricultura;
2.2 - Técnicas gerais para usos específicos;
2.2.1 - Cerâmica;
2.2.2 - Cestaria;
2.2.3 - Tecelagem;
2.2.4 - Metalurgia;
2.3 - Técnicas de consumo;
2.3.1. - Protecção e conforto;
2.3.1.1 - Vestuário e adornos;
2.1.1.2 - Pentes, pregos e apoia-nucas;
2.3.2 - Absorção de alimentos e excitantes;
3. - Sociedade e poder político. Símbolos do poder;
4. - Artes musicais;
5. - O homem e o sobrenatural;
5.1 - Adivinhação;
5.2 - Escultura;
5.3 - Máscaras;

Bibliografia de Base;
ESTAMPAS;



Preço: 50,00€;

Moçambique & Guerra Colonial - 'COMANDOS - SANGUE PERDIDO', de Bernardino de Oliveira - Porto 1989 - RARO



Moçambique & Ultramar - A guerra colonial nos últimos anos e a participação dos 'comandos'


'COMANDOS - SANGUE PERDIDO' (2.ª edição)
De Bernardino de Oliveira
Edição Vale do Ave
Porto 1989


Livro com 180 páginas e em muito bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
RARO.


O autor, participou no últimos anos da guerra colonial em Moçambique, como elementos dos 'comandos', no norte daquela antiga província ultramarina. É sobre essa experiência enquanto Comando e envolvido na guerra do Ultramar contra os guerrilheiros da FRELIMO que o autor nos relata neste livro.

Edição acrescida de poesia do autor sobre a guerra colonial, a participação dos comandos naquele conflito e a terra, Moçambique, então colónia portuguesa na África Oriental.


Preço: 37,50€

Portugal & Estado novo - 'DINOSSAURO EXCELENTÍSSIMO' (2.ª edição), de José Cardoso Pires - Lisboa 1972 - RARO



Portugal - Uma sátira a Salazar, aqui equiparado a um dinossauro proveniente do interior do páis....


'DINOSSAURO EXCELENTÍSSIMO' (2.ª edição)
De José Cardoso Pires
Capa e ilustrações de Abel Manta
Editora Arcádia
Lisboa 1972


Livro com 100 páginas, com sobre-capa original a cores, muito ilustrado e em muito bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
RARO.


Obra proibida de circular pelo regime por se tratar de uma forte sátira à figura do Dr. Oliveira Salazar, e das instituições do Estado Novo. No entanto, um episódio passado na Assembleia Nacional, quando o deputado da ala Liberal da ANP questionava a liberdade de imprensa em Portugal, foi respondido pelo ultra Casal ribeiro de que até este livro tinha sido editado, prova dessa liberdade, pelo que passou a ser tolerado e vendido nas livrarias.


JOSÉ AUGUSTO NEVES CARDOSO PIRES - Escritor:

(São João do Peso, 2 de Outubro de 1925 — Lisboa, 26 de Outubro de 1998)

Nascido em São João do Peso, no concelho de Vila de Rei, filho de José António Neves e de sua mulher Maria Sofia Cardoso Pires, foi cedo para Lisboa com os pais, ele oficial da Marinha, ela dona de casa, a irmã, Maria de Lurdes Neves Cardoso Pires (5.10.1927) e o irmão, António Nuno Cardoso Pires Neves (13.10.1931 - 9.04.1953). Entre 1935 e 1944 frequentou o Liceu Camões, onde foi aluno de Rómulo de Carvalho e de Delfim Santos, iniciando, de seguida, uma nunca terminada licenciatura em Matemáticas Superiores, na Faculdade de Ciências.

Em 1945 alista-se na Marinha Mercante, como praticante de piloto sem curso, actividade que abandona compulsivamente, 'suspeito de indisciplina e detido em viagem do navio Niassa' (c.f. auto da Capitania do Porto de Lisboa, de 02-02-1946). Tendo optado pelo jornalismo, veio a assumir a direcção das Edições Artísticas Fólio, onde Aquilino Ribeiro publicou 'O Retrato de Camilo'. Na mesma editora a colecção Teatro de Vanguarda contribui para a revelação de obras de Samuel Beckett, William Faulkner e Vladimir Maiakovski. Em 1959 estagiou na revista Época, de Milão, com vista à publicação de um semanário que a censura impediu. Entretanto lança a revista Almanaque, cuja redacção integra Luís Sttau Monteiro, Alexandre O'Neill, Vasco Pulido Valente, Augusto Abelaira e José Cutileiro. Foi ainda cronista do Diário de Lisboa, da Gazeta Musical e de Todas as Artes e da Afinidades.

Em 1953, morre o seu irmão num acidente de aviação em cumprimento do serviço militar, quando o Harvard T6 em que treinava se incendiou em pleno voo acabando por cair e explodir. Dez anos mais tarde, Cardoso Pires dedica-lhe «in memoriam» o romance O Hóspede de Job como protesto contra a guerra fria e a colonização militares.

Unanimemente considerado um dos maiores escritores portugueses do século XX, numa galeria onde podemos encontrar nomes como José Saramago ou António Lobo Antunes, a sua carreira literária está marcada pela inquietação e pela deambulação. Autor de dezoito livros, publicados entre 1949 e 1997, não se identifica com nenhum grupo, nem se fixa em nenhum género literário, apesar de ser considerado sobretudo como um romancista. A sua relação mais duradoura no campo literário deu-se com o movimento neo-realista português, até ao 25 de Abril de 1974, justificada com a oposição ao regime autoritário português. A inserção da sua obra no neo-realismo é, por essas razões, contraditória. Frequentou também os grupos surrealistas, no início da década de 1940. Foi influenciado pela estética de Hemingway, pela narrativa cinematográfica, o que resulta em discursos curtos e diálogos concisos.

'O Delfim', de 1968, é geralmente considerado a sua obra-prima, em que o narrador assume uma condição de forasteiro, aparentemente descomprometido com uma realidade anacrónica. A Gafeira, aldeia inexistente, simboliza o Portugal marcelista, com um crime no centro da história. Tendo sido recebido, até 1974, como romance neo-realista, tem despertado um interesse crescente como narrativa pós-modernista. Pode efectivamente ser lido como o primeiro romance português no qual confluem as principais linguagens estéticas norteadoras do futuro pós-modernismo português devido à mistura de géneros, à polifonia, à fragmentação narrativa e à metaficção.

A 1 de Outubro de 1985 foi feito Comendador da Ordem da Liberdade e a 4 de Fevereiro de 1989 recebeu a Grã-Cruz da Ordem do Mérito.

Foi sepultado em 1998 no Cemitério dos Prazeres em Lisboa.


Preço: 45,00€;

Angola & Literatura - 'HISTÓRIA DE UM RAPAZ' (1.ª edição), de Matilde Rosa Araújo - Sá da Bandeira 1963 - MUITO RARO





Angola & Literatura - Obra de uma das maiores escritoras portuguesas, editada pela Imbondeiro de Sá da Bandeira


'HISTÓRIA DE UM RAPAZ' (1.ª edição)
De Matilde Rosa Araújo
Linóleos de Fernando Marques
Edição Imbondeiro (Gráfica da Huíla, L.da)
Sá da Bandeira 1963


Livro com 24 páginas, ilustrado e em muito bom estado de conservação.
De muito, muito difícil localização.
MUITO RARO.


MATILDE ROSA ARAÚJO:
Nasceu em Lisboa em 1921 e faleceu em 2010. Licenciou-se em Filologia Românica pela Faculdade de Letra da Universidade Clássica de Lisboa. Foi professora do Ensino Técnico Profissional em Lisboa e noutras cidades do País, assim como professora do primeiro Curso de Literatura para a Infância, que teve lugar na Escola do Magistério Primário de Lisboa. Como professora do Ensino Técnico Profissional, efectivou na cidade do Porto. Autora de livros de contos e poesia para o mundo adulto e de mais de duas dezenas de livros de contos e poesia para crianças, tem-se dedicado, ao longo da sua vida, aos problemas da criança e à defesa dos seus direitos. São de sua autoria alguns volumes sobre a importância da infância na criação literária para adultos e sobre a importância da Literatura Infanto-Juvenil na formação da criança e na educação do sentimento poético como raiz pedagógica de valia. Recebeu os seguintes prémios no domínio de Literatura para a Infância: Grande Prémio de Literatura para Criança da Fundação Calouste Gulbenkian ex-aequo com Ricardo Alberty, em 1980; Prémio atribuído pela primeira vez, para o melhor livro estrangeiro (novela O Palhaço Verde), pela associação Paulista de Críticos de Arte de São Paulo, Brasil, em 1991; Prémio para o melhor livro para a Infância publicado no biénio 1994-1995, pelo livro de poemas Fadas Verdes, atribuído pela Fundação Calouste Gulbenkian, em 1996.


OBRAS:
O Livro da Tila – poemas para crianças, 10ª edição, Livros Horizonte, 1986; O Palhaço Verde – novela infantil, 5ª edição, Livros Horizonte, 1984 (ilustrações de Maria Keil); História de um Rapaz – conto infantil, 8ª edição, Livros Horizonte, 1986 (ilustrações de Maria Keil); O Cantar da Tila – poemas para a juventude, 8ª edição, Livros Horizonte, 1986 (ilustrações de Maria Keil); O Sol e o Menino dos Pés Frios – contos, 7ª edição, Livros Horizonte, 1986; O Reino das Sete Pontas – novela infantil, 2ª edição, Livros Horizonte, 1986 (ilustrações de Manuela Bacelar); Os Quatro Irmãos – 2ª edição, Livros Horizonte, 1983 (ilustrações de Ana Leão); História de uma Flor – conto infantil, 1ª edição, Faoj; O Sol Livro – textos para o ensino, 1ª edição, Livros Horizonte, 1976; Os Direitos da Criança Livros Horizonte – 1ª edição, Unicef, 1977; O Gato Dourado – contos infantis, 3ª edição, Livros Horizonte, 1985 (ilustrações de Maria Keil); As Botas de Meu Pai – contos infantis, 2ª edição, Livros Horizonte, 1981 (ilustrações de Maria Keil); Camões, Poeta Mancebo e Pobre – divulgação, 1ª edição, Prelo Editora, 1978; Baladas das Vinte Meninas – poema infantil, Plátano Editora, 1978 (ilustrações de Cristina Malaquias); Joana-Ana – conto infantil, Livros Horizonte, 1981 (ilustrações de Maria Keil); A Escola do Rio Verde – 2ª edição, Livros Horizonte, 198l (ilustrações de Romeu Costa); O Cavaleiro Sem Espada – Livros Horizonte, 1979 (ilustrações de Maria Keil); A Velha do Bosque – Livros Horizonte, 1993 (ilustrações de Ana Leão); A Guitarra da Boneca – Livros Horizonte, 1983 (ilustrações de Evelina Coelho); As Crianças, Todas as Crianças – Anmloe1a – Livros Horizonte, 1976; A Infância Lembrada – Antologia – Livros Horizonte, 1986; A Estrada Fascinante – Livros Horizonte, 1988; Mistérios – Livros Horizonte, 1988 (ilustrações de Alice Jorge); Rosalina Foi à Feira – Livraria Arnado, 1994 (ilustrações de Fernando Saraiva); O Chão e a Estrela – Editora Verbo, 1997 (ilustrações de Paulo Monteiro); As Fadas Verdes – Livraria Civilização, 1994 (ilustrações de Manuela Bacelar); "A Fonte do Real", in Soares, Luísa Ducla (org.), A Antologia Diferente – De que São Feitos os Sonhos, Porto, Areal, (1986), pp. 30-32; Voz Nua, Lisboa, Horizonte, 1986; "A menina do pinhal", in AAVV, Histórias e Canções em Quatro Estações – Primavera. Lisboa. Lisboa Editora. 1988, pp. 9-24; O Passarinho de Maio, Lisboa. Horizonte, 1990; Problemas, Lisboa, Veja, 1993; O Chão e a Estrela, Lisboa, Verbo, 1994; A Estrada Fascinante, Lisboa, Horizonte, 1988 (ensaio).


Preço: 45,00€;

Angola & África - Lote de 2 livros sobre a presença militar dos cubanos - RAROS




Angola, Moçambique, Guine, Etiópia & África - A ditadura dos irmãos Castro em cuba e o papel do contingente militar cubano em vários países do continente africano


Lote de 2 livros sobre a presença militar dos cubanos.
1. - 'OS DONOS DE CUBA'

De Juan Vivés -Edição Publicações Europa-América -Lisboa 1981
2. - 'CASTRO - SUBVERSÃO E TERRORISMO EM ÁFRICA'
De Juan F. Benemelis - Editora Europress - Odivelas 1987



1. - 'OS DONOS DE CUBA'
De Juan Vivés
Edição Publicações Europa-América
Lisboa 1981


Livro com 308 páginas e em bom estado de conservação.
De difícil localização.

Destaque para os capítulos dedicados à presença e intervenção cubana em África (Capítulo VIII), com realce para Angola, Etiópia, Guiné-Bissau e Moçambique.

Da contra-capa:
'Juan Vivés conhece os "donos de Cuba".
Este jovem cubano combateu lado a lado com o 'Che'. Combatente da Siera Del Escambray, entregou-se com fervor à construção socialismo em Cuba. Mas, porque estava próximo dos dirigentes, pôde descobrir o que passava nos bastidores. Como membro do G-2, o serviço secreto, vai poder não só reconstituir toda a história secreta da revolução cubana, como também dar-se conta da amplitude da penetração soviética na ilha.

Esteve em Angola.
Comprovou como os soviético, através dos cubanos, tentam desestabilizar os estados americanos. Mostra que o KGB modelou à sua imagem o G-2 cubano, controlando através dele toda a ilha. Aqui, cada palavra tem o peso de uma revelação. O companheiro do 'Che' acabará por sentir-se asfixiado pelas estruturas totalitárias e pelo cinismo dos "donos de Cuba", o que o leva a exilar-se.
Este livro não é a obra de um intelectual desencantado, mas a de um homem de acção que assume o risco de nos contar o que sabe. Conta para nos alertar. Neste momento crucial para o mundo, o livro de Juan Vivés é um acontecimento. Explosivo. Impressionante. Necessário.'



Do ÍNDICE:
- Advertência;

Primeira Parte
UMA REVOLUÇÃO FALSIFICADA
Capítulo I
- Uma estranha maneira de conquistar o poder;
Capítulo II
- O homem de Moscovo em Havana;
Capítulo III
- O KGB conduz o fogo;
Capítulo IV
- Da Serra de Escambray à baía dos Porcos;
Capítulo V
- A crise das Caraíbas;

Segunda Parte
OS MERCENÁRIOS DO KREMLIN
Capítulo VI
- Os problemas do socialismo;
Capítulo VII
- A hoda da dúvida;
Capítulo VIII
- Os cubanos em África;
Capítulo IX
- A expulsão;

Terceira Parte
UM KGB CUBANO
Capítulo X
- Nascimento de um monstro;
Capítulo XI
- Divisão G;
A Polícia de Costumes; - O sector K; - Gabinete de Controlo de Veículos; - O Gabinete de Turismo; - O Gabinete de Imprensa; - O Gabinete Diplomático;
Capítulo XII
- Os Serviços Secretos (DGI);
O Gabinete 15; - O Gabinete de Trabalhos Especiais; - O Gabinete de Assistência diplomática; - O Gabinete de Assistência Técnica; - Os campos de Treino (Grupo 'Crocodilo'); - Tropas Especiais;
Capítulo XIII
- Os corpos independentes;
Segurança especial dos dirigentes (DGSPD); - O Sector 40; - Os Guardas Fronteiriços;
Capítulo XIV
- Os organismos públicos do ministério do Interior;
A Polícia Nacional Revolucionária e a circulação; - Departamento Geral Técnico de Investigações (DGTI); - 'Cárceres y Prisiones'; - Departamento de Emigração e de Estrangeiros;




2. - 'CASTRO - SUBVERSÃO E TERRORISMO EM ÁFRICA'
De Juan F. Benemelis
Editora Europress
Odivelas 1987


Livro com 396 páginas, ilustrado com mapas e em muito bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
RARO.

O autor, quadro destacado do regime marxista cubano, esteve em missão em diversos países africanos tendo chegado a ser o responsável das colónias africanas. Com informação privilegiada do papel exercido por Cuba junto dos movimentos guerrilheiros de cariz e orientação marxista e particularmente nas ex-colónias africanas sob domínio português, de Angola, Guiné e Moçambique, decidiu escrever o livro e transmitir assim ao público os apoios cubanos em África.

Como de pode constatar, o autor dedica grande espaço aos apoios diplomáticos, financeiros, militares e de combate do regime cubano aos seus aliados do MPLA em Angola, na luta contra a UNITA e os seus aliados sul-africanos, assim como em relação ao apoio dado a Samora Machel e ao seu regime de partido único, a FRELIMO, na luta contra a então RNM (Resistência Nacional Moçambicana) e contra as tropas do regime minoritário Rhodesiano de Ian Smith que faziam inúmeras incursões em território moçambicano e apoiavam a oposição armada.

Por último, uma referência ao papel dos combatentes cubanos em Angola ao lado do MPLA contra a UNITA. O autor revela os inúmeros combates e as baixas significativas entre os cubanos, em soldados e material sofisticado, provocado pela guerrilha da UNITA liderada por Jonas Savimbi, após a reorganização e apoio americano em 1978.


Do ÍNDICE:

Introdução
01. - Entre Casablanca e Monróvia;
02. - A ofensiva diplomática;
03. - O castrismo em África;
04. - Um blitz e um golpe de estado;
05. - A teoria do foco guerrilheiro;
06. - A África e o bloco soviético;
07. - A crise congolesa;
08. - O foco guerrilheiro africano;
09. - O Che contra Hoare;
10. - A derrocada guerrilheira no Congo;
11. - A Tricontinental;
12. - Nas colónias portuguesas;
13. - Castro, "O Africano";
14. - O "Condottieri" do século XX;
15. - Angola;
16. - Operação Carlota;
17. - O MPLA e a sua lança cubana;
18. - O epílogo angolano;
19. - O Corno de África;
20. - Fidel Castro e o Corno de África;
21. - O eixo Havana-Moscovo-Ogaden;
22. - O ano da crise;
23. - As alianças africanas;
24. - Castro e a UNITA;
25. - O Cone Sul-Africano;
26. - O "Imperium Sovieticus";
Notas



Preço: 40,00€ (Lote completo)

Descolonização - 'ADEUS ANGOLA', de Albertina Jerónimo H. Alves - Montijo 2000 - Raro



Descolonização - Os dramas familiares de portugueses e angolanos com a guerra entre os movimentos de libertação em 1975, narrada por quem a viveu


'ADEUS ANGOLA'
De Albertina Jerónimo H. alves
Editora H. Feles L.da
Montijo 2000


Livro com 332 páginas e em muito bom estado de conservação.
De difícil localização.
Raro.


Da contra-capa:
"Romance e ficção baseado em casos reais da descolonização de Angola, vividos por muitas famílias.

A dramática história de amor e paixão, encontros e desencontros passados na sangrenta guerra.

Uma história que não o deixará indiferente.

Aceite o meu convite e venha conhecer 'ADEUS ANGOLA'."



Do ÍNDICE:
INTRODUÇÃO DA AUTORA;

Capítulo I
- A DOR;
Capítulo II
- PORQUE O DIABO É ÁGIL;
Capítulo III
- ATÉ AOS LIMITES;
Capítulo IV
- A AJUDA INEVITÁVEL;
Capítulo V
- QUEM DISSE QUE A SORTE NÃO MUDA?
Capítulo VI
- O REGRESSO DE UM PAI-HERÓI;
Capítulo VII
- A BONANÇA;



Preço: 25,00€;

Angola & Timor - Revista 'OBSERVADOR', n.º 115, de 27 de Abril de 1973 ('ANGOLA NA HORA DA PECUÁRIA') - Muito rara




Angola & Timor - Excelentes reportagens da pecuária em Angola e do clima pacífico da administração portuguesa em Timor


Revista 'OBSERVADOR', n.º 115, de 27 de Abril de 1973.
('ANGOLA NA HORA DA PECUÁRIA') e ('TIMOR - EXÉRCITO, BRAÇO DA PAZ')

Revista com 80 páginas, muito ilustrada, editada em Lisboa.
Em muito bom estado de conservação.

De muito difícil localização.
Muito rara.


Temas em destaque:
-'ANGOLA - NA HORA DA PECUÁRIA'
Reportagem com várias páginas e ilustrada;
- TIMOR COMO É
'EXÉRCITO, BRAÇO DA PAZ'
Nem só letras e contas;
Férias na praia;
Outra excursão e uma consulta;
Falta de continuidade;
Dos arraiais ao corpo militar de segunda linha;
Os pratos da balança;
Reportagem de várias páginas, ilustrada e da autoria de Luís Filipe Reis Thomaz;
- 'RAUL LINO E O SEU MUNDO'
Reportagem ilustrada com várias páginas;
- 'JOGAR NA BOLSA COM SEGURANÇA';
- EM BRAGA
'A SOMBRA BARROCA DE ANDRÉ SOARES'
- 'SINTRA NA PRIMAVERA'
Reportagem a cores de várias páginas;
-



Preço: 25,00€;

Ultramar - 'LANÇAS N'ÁFRICA', de Henrique Lopes de Mendonça - Lisboa 1932 - RARO



Ultramar - As descobertas portuguesas e a conquista de África


'LANÇAS N'ÁFRICA'
De Henrique Lopes de Mendonça
Edição Livraria Bertrand
Lisboa 1932


Livro com 256 páginas e em muito bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
RARO.


Do ÍNDICE:
- Prólogo;
- Além;
- Uma surtida em Ceuta;
- A vida pelo Rei;
- A besteira;Nunca está quedo;
- O rebate;
- O endimoninhado;
- Agoiros;
- Mercê tardia;
- A Suiça;
- Sangue de Meneses;
- Devoção de amor;
- Vasco Fernandes César;
- Brianda Vaz;
- Mascarada;
- Os repentes do Conde de Redondo;
- O cavalo de Jorge de Albuquerque.



Preço: 15,00€;

Moçambique - Lote de 5 publicações sobre a RENAMO - RAROS




Moçambique - Publicações sobre a RENAMO, editadas aquando das primeiras eleições democráticas em 1992


Lote de 5 publicações sobre a RENAMO.
1. - 'RENAMO - EM DEFESA DA DEMOCRACIA EM MOÇAMBIQUE';
2. - 'ESTATUTOS E PROGRAMA DA RESISTÊNCIA NACIONAL MOÇAMBICANA - RENAMO';
3. - 'RENAMO - PROGRAMA DE GOVERNO E GRANDES ORIENTAÇÕES';
4. - 'RENAMO - A CAMINHO DA VITÓRIA';
5. - 'RENAMO - PROGRAMA ELEITORAL';


De muito difícil localização.
RAROS.


Um conjunto de publicações sobre a RENAMO, editadas aquando das primeiras eleições democráticas em 1992 (Documentos históricos), muito invulgares e que dão a conhecer esta organização política, que começou por ser um movimento guerrilheiro que combateu o governo moçambicano da FRELIMO, inicialmente liderado por Samora Machel e aquando do 'Acordo de Roma', de 1992, chefiado por Joaquim Chissano.



1. -'RENAMO - Em defesa da democracia em Moçambique'
De Sibyl W. Cline - Edição do conselho Estratégico Global dos EUA - Washington 1989


Livro com 100 páginas, ilustrado e em muito bom estado de conservação.
De muito difícil localização. Raro.

Trata-se de um dos mais completos livros sobre a estrutura político-militar a organização guerrilheira moçambicana em vésperas dos acordos de paz com o governo de Maputo, liderado pela FRELIMO de Joaquim Chissano.


Do ÍNDICE:
Visitas a Moçambique
Resumido perfil do país
Forças militares da oposição
Objectivos da RENAMO
Política seguida em relação à RENAMO
- Pelos ingleses, americanos e sul africanos
- Grã- Bretanha
- Estados Unidos
- África do sul
Ruptura das relações públicas da RENAMO
- Guerra de propaganda de Chissano
- "Massacres" da RENAMO
- "Ataque da FRELIMO"
- Relatório Gernony
- Filhos de Gernony
- Culpabilidade da RENAMO
- Resposta de Dhlakama
Uma nova administração: Estará a soprar uma lufada de ar fresco?
Entrevistas com dirigentes da RENAMO
- Afonso Dhlakama, Presidente e comandante chefe
- Vitor Anselmo - Departamento de ideologia
- António Alfacinho - Departamento de Educação
- Paris Raul Baza - Departamento de Agricultura
- Filipe Soares - Departamento de Saúde
- Vicente Ululu - Departamento de Administração Interna
Administração da RENAMO desde Maio de 1989
Primeiro congresso
Conselho Nacional
Executivo
Departamentos
Administração civil da RENAMO
Organização militar da RENAMO



2. - 'ESTATUTOS E PROGRAMA DA RESISTÊNCIA NACIONAL MOÇAMBICANA - RENAMO'
Livro com 44 páginas, ilustrado e em muito bom estado de conservação.


3. - 'RENAMO - PROGRAMA DE GOVERNO E GRANDES ORIENTAÇÕES'
Livro com 82 páginas e em bom estado de conservação.


4. - 'RENAMO - A CAMINHO DA VITÓRIA'
Com 8 páginas e em muito bom estado de conservação.


5. - 'RENAMO - PROGRAMA ELEITORAL'
Com 20 páginas e em muito bom estado de conservação.


Preço: 70,00€ (Lote completo)

sábado, 4 de março de 2017

Portugal & 25 de Abril de 1974 - Lote de 2 livros de fotografias - MUITO RAROS - PHOTOBOOKS





Portugal & 25 de Abril de 1974 - As fotografias histórias deste acontecimento por alguns dos melhores e mais consagrados fotógrafos portugueses


Lote de 2 livros de fotografias - MUITO RAROS.
1. - 'PORTUGAL LIVRE - 20 fotógrafos da imprensa contam tudo sobre a revolução das flores' (Lisboa 1974)

Exemplar com autocolante na capa, conforme fotografia.

2. - 'DA RESISTÊNCIA À LIBERTAÇÃO', de Sérgio Guimarães (Lisboa 1977)
Exemplar com as capas com sinais de manipulação e algum uso.


Estes dois livros são duas obras de referência na fotografia na nível nacional e internacional, constituindo por isso documentos históricos e de grande procura e raridade. O seu valor comercial é muito superior ao proposto para venda.


Preço: 120,00€ (Lote completo)- Venda dos 2 livros em conjunto