terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Ultramar & Coloniamlismo - 'MOÇAMBIQUE - EAST AFRICAN PROVINCE OF PORTUGAL', de C. F. Spence - Capetown 1963 - Raro




Moçambique - A antiga colónia da África oriental analisada por um jornalista sul africano


'MOÇAMBIQUE - EAST AFRICAN PROVINCE OF PORTUGAL'
De C.F.SPENCE
Howard Timmins
RSA, 1963


Livro em bom estado de conservação, com 147 páginas e ilustrado.
De muito difícil localização.
Raro.

Trata-se de um género de monografia, com a particularidade de ser assinada por um especialista sul africano, conceituado no meio jornalístico e económico.


Preço: €45,00.

Guiné-Bissau - 'QUEM MANDOU MATAR AMÍLCAR CABRAL ?', de José Pedro Castanheira - Lisboa 1995 - Muito raro



Guiné - O assassinato do líder do PAIGC - A PIDE e a dissidência entre guineenses e cabo-verdianos


'QUEM MANDOU MATAR AMÍLCAR CABRAL?'
De José Pedro Castanheira
Edição Relógio d'água
Lisboa 1995


Livro com 328 páginas, muito ilustrado e em muito bom estado de conservação.
De muito, muito difícil localização.
MUITO RARO.


O autor, é um conhecido e consagrado jornalista de investigação, que reuniu para a elaboração desta obra um vasto conjunto de informações e depoimentos, que tornam o livro a mais profunda análise do caso, que levou à eliminação física do fundador e líder incontestado do PAIGC e deu muito trabalho aos militares portugueses e ao estado novo.

É pois um livro imprescindível para compreender a guerra na Guiné Bissau, a guerra colonial no seu todo e os êxitos diplomáticos do PAIGC e de Amílcar Cabral.


Preço: €75,00.

Portugal & Estado Novo - 'O GENERAL', de Iva Delgado - Lisboa 1985 - Raro



Portugal - A resistência à ditadura - Biografia da autoria da filha


'O GENERAL'
De Iva Delgado
Edição Círculo de Leitores
Lisboa 1985


Livro de capas duras, com 140 páginas, profusamente ilustrado e em muito bom estado de conservação.
De difícil localização.


Da autoria da sua filha, o livro revela as diversas facetas do destemido militar que se opôs ao regime do estado-novo e concorreu às eleições presidenciais, apesar das inúmeras dificuldades e perseguição, tendo sido obrigado a refugiar-se na em baixada do Brasil e depois a ir para exílio.

Já no exílio chefiou uma parte da resistência da oposição ao regime de Salazar e Caetano, tendo sido assassinado em Espanha em situação ainda hoje controversa.


Preço: €50,00.

Ultramar - 'MEMÓRIAS DE MOÇAMBIQUE', de João Loureiro - Lisboa 2001




Moçambique - A antiga colónia portuguesa em fotografias


'MEMÓRIAS DE MOÇAMBIQUE', de João Loureiro
Lisboa, 2001


Livro raro e de difícil localização. Como novo.


CAPÍTULOS:
I. A Cidade de Lourenço Marques
II. O Sul do Save
III. A Beira, Vila Pery e a Gorongosa
IV. A Zambézia e os Distritos do Norte

N.º páginas: 184
N.º de postais publicados: 313
Algumas localidades abrangidas: Beira, Chibuto, Chinde, Inhambane, Lourenço Marques, Macequece [Vila de Manica], Marracuene, Moçambique, Nampula, Porto Amélia, Quelimane, Tete, Vila Cabral, Vila João Belo [Xai-Xai], Vila Pery, Vila de Sena, Zambezia.


Alguns excertos:

«Entre os primeiros editores laurentinos predominavam as livrarias da Rua Consiglieri Pedroso e da Praça 7 de Março, tais como a Minerva Central, a Bayly e a Spanos, cujos nomes dos estabelecimentos evidenciam desde logo o cosmopolitismo da capital moçambicana. Mas é ao famoso fotógrafo Lazarus, sediado na não menos falada Rua Araújo, que devemos muitos "clichés" da antiga Lourenço Marques, também designada por Delagoa Bay, naquela era de disputas com os interesses britânicos na região. Surgiram mais tarde, em 1929, os preciosos dez volumes do "Álbum Fotográfico e Descritivo da Colónia de Moçambique", editado pelo comerciante José Santos Rufino, cujo zelo posto nesta publicação o faz encomendar a impressão a Hamburgo e que é igualmente responsável pela difusão, em postal ilustrado, de valiosas séries, a preto e branco e coloridas, que reproduzem as fotos contidas naqueles. Diminuindo a quantidade e a variedade dos editores de postais nos anos do segundo conflito mundial, esta actividade conhece todavia uma nova fase de dinamização desde o começo dos anos sessenta.»


Preço: €60,00.

Moçambique & Ultramar - 'MEMÓRIAS DE LOURENÇO MARQUES', de João Loureiro - Lisboa 2002 - Raro




Moçambique & Ultramar - A antiga colónia portuguesa revisitada pelos postais


'MEMÓRIAS DE LOURENÇO MARQUES - Uma visão do passado da cidade de Maputo'
De João Loureiro
Lisboa 2002


Livro em muito bom estado de conservação.
De muito de difícil localização.
Raro.


Preço: €60,00.

Guerra colonial - 'POEMAS DE GUERRA (Angola 1969-1971)', de José Niza - Santarém 2008 - RARO



Guerra colonial & Literatura - Os poemas de um dos intelectuais mais prestigiado do regime democrático


'POEMAS DE GUERRA (Angola 1969-1971)'
De José Niza
Edição O Mirante
Santarém, 2008


Livro com 208 páginas, ilustrado e como novo. Em excelente estado de conservação.
De muito difícil localização.
RARO.


Da contra-capa:
"DO PREFÁCIO
José Niza é um médico praticante, um compositor e autor de letras consagrado e um músico amador (também por que amada a música) competente.
José Niza devia de consagrar muito mais do seu tempo à poesia, recuperando e dando versão definitiva ao que de certo já escreveu e guarda só para si. e, sobretudo, criando, escrevendo novos poemas (...)
O seu domínio da língua portuguesa é único. A maneira como descobre as palavras certas para transmitir o que pensa e o que sente, as contradições entre o que sente e o que pensa, o que é e não é, revela um poeta de que Portugal carece para nos explicar mesmo quando o faz pela negativa, o mundo em que vivemos hoje. um mundo que pouco terá a ver com o que Niza viveu em Angola, há mais de 30 anos, embora permaneças muitas das inquietações que denuncia, e que precisa de poetas como ele para ser mais suportável.
Um mundo que necessita desesperadamente de algum romantismo. E José Niza, por detrás do seu humor clássico, do seu protesto, da sua luta contra as injustiças, é também um romântico capas de se apaixonar por mulheres, causas, paisagens.
Francisco Pinto Balsemão"



«São 50 poemas escritos por José Niza no período em que esteve na tropa em Angola, uma pequena parte do manancial de escrita desses dois anos, numa "terapêutica" que prescreveu a si próprio, confessou hoje à agência Lusa.
"Tenho milhares de páginas, cartas que escrevia todos os dias à minha mulher", um diário que admite publicar um dia e que descreve como um trabalho "um pouco como o de um repórter".»



JOSÉ NIZA:
"Foi compositor, escritor e poeta com diversos livros e discos publicados. Foi autor e produtor musical tendo colaborado com alguns dos melhores artistas e intérpretes tais como Zeca Afonso e Adriano Correia de Oliveira, tendo vencido 4 Festivais RTP da Canção, um deles com a canção 'E depois do adeus'.
Foi deputado à Assembleia Constituinte e à Assembleia da República por Santarém durante 15 anos e Presidente da Assembleia Municipal e do Centro Cultural e Regional. Foi ainda deputado ao Conselho da Europa.
No 10 de Junho de 1994 foi agraciado pelo Presidente Mário Soares com o grau de 'Grande Oficial da Ordem de Mérito'.
Foi Director de Programas, administrador da RTP e, mais recentemente, assessor de imprensa do Presidente da Assembleia da República durante o mandato do Doutor Almeida Santos.
À data da sua morte era Presidente da Assembleia Geral da Sociedade Portuguesa de Autores."


Preço: €25,00.

Ultramar - 'PORTUGUESES EM ÁFRICA (Peregrinos, pícaros e funantes)', de Ilídio Rocha - Lisboa 1993 - RARO




Moçambique - Histórias recambolescas e extraordinárias da colonização


'PORTUGUESES EM ÁFRICA (Peregrinos, pícaros e funantes)'
De Ilídio Rocha
Edição Círculo de Leitores
Lisboa, 1993


Livro com 190 páginas, muito ilustrado com desenhos, gravuras e fotografias da época. Em muito bom estado de conservação.
De difícil localização.
RARO.


SUMÁRIO:
01. Fortaleza no cabo da Boa Esperança um século antes dos Holandeses (1556);
02. Um precursor da medicina tropical (1954);
03. A língua e o amor primeiro (1658);
04. Medicina e anatomia a som de caixa (1791);
05. Médico, político, conspirador e tradutor de Virgílio (1818);
06. Um Bispo e um Sargento de doze anos e boa letra (1821);
07. Negociante, caçador, juíz de paz, diplomata e régulo (1831);
08. Mestiço de Cabo Verde, boticário na China e lente em Paris (1837);
09. A primeira estátua (1845);
10. Vejam só que começo (!849);
11. Turista em 1851, entre outras coisas (1851);
12. Um Vigário decidido (1855);
13. Um figueirense que mudou a história (1855);
14. Brâmane e Cavaleiro de Cristo (1858);
15. Uma sociedade literária no Alto Zambeze (1862);
16. Haja censura (1868);
17. Médico militar e "português de lei" (1869);
18. Quando a Marinha de França perdeu o crédito em Angola e S. Tomé (1870);
19. Um história de fraternidade (1883);
20. O império Monomotapa e Paris (1883);
21. Um apaixonado pelas colónias (1889);
22. Um Silva como pouco (1891);
23. Missionário e negociante de jogo (1893);
24. O "Tesouso" de Gungunhana (1895);
25. Uma história de negros e de brancos (1926);
26. Esta tentação de ser europeu... (1926);
27. Fotógrafo e bailarino de tangos (1937);
28. Um outro e bem diferente D. Sebastião (1943);
29. Um cavaleiros de esperanças (1944);
30. Uma história de calendários e de relógios (1953).



Preço: €37,50.

Moçambique & ultramar - 'MOUZINHO - Acção, pensamento, a época', de Amadeu Cunha - Lisboa 1956 - MUITO RARO




Moçambique - Acção e pensamento da época de Mouzinho


'MOUZINHO - Acção, pensamento, a época'

De Amadeu Cunha
Edição da Agência-Geral do Ultramar
Lisboa, 1956


Livro com 274 páginas, com duas fotografias de Mouzinho e em muito bom estado de conservação. Ostenta no topo da capa um carimbo.
De muito difícil localização.
MUITO RARO.


Livro muito interessante da vida e obra de Mouzinho de Albuquerque.


Preço: €60,00

Ultramar - 'ACUSAMOS A DESCOLONIZAÇÃO' - Lisboa 1976 - Raro





Ultramar - A descolonização dos territórios africanos e o drama das vitimas e a responsabilização dos governantes


'ACUSAMOS A DESCOLONIZAÇÃO'
Edição Literal e jornal O RETORNADO
Lisboa 1976


Livro muito raro e de difícil localização com 112 páginas, ilustrado e em bom estado de conservação.

O livro pretende denunciar o drama das populações brancas e negras vitimas da descolonização dos territórios ultramarinos africanos e ao mesmo tempo exigir responsabilidades aos governantes da época pelos acontecimentos.  


Preço: €20,00.

Guerra colonial - 'MEMÓRIAS DE UM CAPITÃO (Guerrilha em Moçambique)', de José Verdasca - Lisboa 2004 - RARO



Moçambique - O início da guerra colonial em 1964 testemunhado pelo autor


'MEMÓRIAS DE UM CAPITÃO (Guerrilha em Moçambique)'
De José Verdasca
Universitária editora
Lisboa 2004


Livro com 288 páginas e em muito bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
Raro.

O autor, que se encontrava a chefiar uma Companhia do exército português na zona do Chae, quando a FRELIMO desencadeou a sua primeira acção de guerrilha a 25 de Setembro de 1964. Portanto, uma voz privilegiada na descrição do ambiente e das acções decorridas nesta época histórica.

Recorde-se ainda que, um mês antes (24 de Agosto de 1964), o Padre holandês Daniel Bormans fora assassinado cruelmente numa acção desencadeada por um grupo de guerrilheiros da UDENAMO, em Cabo Delgado, esta sim, a primeira acção de guerra dos moçambicanos contra a presença portuguesa.


Do ÍNDICE:
- Prólogo;

Primeira Parte
UM PLEBEU NA ACADEMIA
O crepúsculo do colonialismo; - Fábrica de oficiais; - A primeira missão em Àfrica; - o repouso do guerreiro; - Giséle; - Madame; - Rosa branca; - O noivado; - O banquete; - O senhor General; - O deputado; - O senhor reitor; O Meretíssimo; - O Embaixador; - O Ministro; - A mobilização.

Segunda Parte
DEVER A QUANTO OBRIGAS
Os modernos centuriões; - Navegar (para Moçambique) é preciso; - Às ordens do Killer; - Colonizadores de Moçambique; - Povos de Moçambique; - Porto Amélia (Pemba); - A paz podre; Oficial operação e de informações; - A fundação da FRELIMO; - A guerrilha ataca; - A circunscrição de Makomia; A gota de sangue; - O 'Monhé' do Mucoio; - O defloramento do Alferes Castelo; - Quiterajo, o chefe de Posto e o 'Línguas'; - Insubordinação e punição; - De Nampula a Boane.

Terceira parte
DE BOANE A OLIVENÇA
A guerra continua; - Finalmente Olivença; - A erva administrativa; - A cabidela e a prisão do chefe de Posto; - Ajáuas, Nyanjas e Matengos; - As jovens esposas do sexagenário; - A neta do Régulo; - Invadindo a Tânzania; - Os Matengos da montanha; - Um seminarista Alferes; - Os gafanhotoes de Metangula; - Um Natal com o General; - África, adeus; - Conclusão.



Da contra-capa:
"MEMÓRIAS DE UM CAPITÃO"
(Segundo o jornal 'EXPRESSO', de 10.01.2004)
"José Verdasca, não escreve apenas sobre a guerra em si mesma
mas também, e principalmente, sobre as circunstâncias históricas e
políticas que o determinaram.
Do ponto de vista documental, talvez se possa dizer que
MEMÓRIAS DE UM CAPITÃO e´, nessa área, o livro
mais importante publicado em 2003, sobre a guerra colonial. - Jorge Freitas"



JOSÉ VERDASCA DOS SANTOS:
É natural de Gondemaria, Ourém (Fátima), frequentou o curso da Academia Militar de 1955-59, e, como capitão de infantaria, comandava a Companhia de Caçadores de Porto Amélia, aquando do ataque da FRELIMO ao posto do Chae - Makomia - em 25.09.1964, que foi a primeira acção militar da guerrilha em Moçambique.
Desde 1967 reside em S. Paulo, Brasil, onde constituiu família, se dedicou à industria e comércio de madeiras, à construção civil e à pecuária, e tirou o brevet de piloto aviador."


Preço: €35,00.

Ultramar - 'DESCOLONIZAÇÃO DE TIMOR - Missão Impossível', de Mário Lemos Pires - Lisboa 1991 - RARO




Timor - A descolonização desta colónia portuguesa pela escrita do seu último governador militar


'DESCOLONIZAÇÃO DE TIMOR - Missão Impossível'
De Mário Lemos Pires
Publicações Dom Quixote
Lisboa 1991


Livro com 456 páginas, ilustrado com um mapa da região, e em bom estado de conservação.
De difícil localização.
RARO.


Da contra-capa:
PREFÁCIO
"Se este livro é um documento necessário como contributo sério ao esclarecimento da verdade histórica, ele vale também, e muito, como testemunho desapaixonado duma realidade vivida.
Entrai na sua leitura com a descontracção de quem faz uma viagem de compromisso, para conhecer os espaços duma história recente onde os sentimentos, as ideias, os comportamentos e os factos entraram já em processo de sedimentação rápida.
FERNANDO AMARAL (Deputado e ex-Presidente da Assembleia da República)"



Do ÍNDICE:
- PREFÁCIO - De Fernando Amaral;
- INTRODUÇÃO;

I PARTE - ANTECEDENTES (Até Novembro de 1974)
Capítulo 1 - Timor antes do 25 de Abril;
Capítulo 2 - O 25 de Abril e Timor;
Capítulo 3 - Uma indefinição demasiado prolongada;
Capítulo 4 - A caminho de Timor;

II PARTE - O ESFORÇO DE DESCOLONIZAÇÃO (De Novembro de 1974 a Agosto de 1975)
Capítulo 5 - Descolonizar Timor;
Capítulo 6 - A evolução política;
Capítulo 7 - Os militares, a descolonização e a segurança;
Capítulo 8 - A Cimeira de Macau e a Lei 7/75;

III PARTE - A CRISE (De Agosto a Dezembro de 1975)
Capítulo 9 - O Golpe da UDT;
Capítulo 10 - Verão quente em Timor;
Capítulo 11 - O exílio em Ataúro;
Capítulo 12 - A invasão de Timor pela Indonésia;

IV PARTE - DEPOIS DA INVASÃO INDONÉSIA (De Dezembro de 1975 a Dezembro de 1990)
Capítulo 13 - A internacionalização do caso de Timor;
Capítulo 14 - A resistência de um povo;
Capítulo 15 - A verdade maltratada;
Capítulo 16 - Teria sido possível descolonizar Timor?

- RESPONSABILIDADE E ESPERANÇA;

- ANEXOS:
- Cronologia;
- Lei 7/75, de 17 de Julho de 1975;
- Timor na Constituição da república.



Preço: €37,50.

Moçambique & Ultramar - 'A DERROCADA DO IMPÉRIO VÁTUA E MOUSINHO D'ALBUQUERQUE', de Francisco Toscano e Julião Quintinha (Lisboa 1935) 2 volumes - MUITO RARO


a href="http://2.bp.blogspot.com/-OZ0mk6VzY8o/TyczdbX_A3I/AAAAAAAAA4A/8boBVmvxRs0/s1600/a.jpg">

Moçambique - A acção das tropas coloniais contra o império Vátua sob a liderança de Mouzinho


'A DERROCADA DO IMPÉRIO VÁTUA E MOUSINHO D'ALBUQUERQUE' - (2 Volumes)
De Francisco Toscano e Julião Quintinha
Edição Casa Editora Nunes de Carvalho
Lisboa 1935 (?)


Esta obra é constituída por 2 volumes, sendo um com 340 páginas e 32 gravuras e outro com 312 páginas e 34 gravuras, além de 2 mapas. Em bom estado de conservação.
De muito difícil localização
MUITO RARO.


Preço: €75,00.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Da Guerra colonial à Descolonização - 'A CAUDA DO ESCORPIÃO - O Adeus a Moçambique', Giancarlo Coccia - Lisboa 2011




Moçambique - O começo do fim do império português em Moçambique - A descolonização


'A CAUDA DO ESCORPIÃO - O Adeus a Moçambique'
De Giancarlo Coccia
Lisboa, 2011


Livro como novo e muito ilustrado.

Um dos melhores livros sobres a época entre 1973 e 1976.


Preço: €50,00.

Portugal - 'O BILHETE POSTAL ILUSTRADO E A HISTÓRIA URBANA DE TOMAR', de José Manuel Silva Passos - Lisboa 2001 (RARO)




Tomar - A cidade e as suas gentes em postais de época


'O BILHETE POSTAL ILUSTRADO E A HISTÓRIA URBANA DE TOMAR'
De José Manuel Silva Passos
Edição Caminho
Lisboa, 2001


Com 218 páginas, profusamente ilustradas com a reprodução de postais antigos, o livro encontra-se como novo.
De muito, muito difícil localização.
MUITO, MUITO RARO.


Preço: €100,00.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Guerra colonial - 'O TERRORISMO E OS PARTIDOS SUBVERSIVOS NO ULTRAMAR PORTUGUÊS', de Santana Quintinha - Lisboa 1973 - MUITO RARO



Guerra colonial - Os partidos e movimentos guerrilheiros em Angola, Guiné e Moçambique


'O TERRORISMO E OS PARTIDOS SUBVERSIVOS NO ULTRAMAR PORTUGUÊS'
De Santana Quintinha
Edição do autor
Lisboa 1973


Livro com 472 páginas e em muito bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
MUITO RARO.


Trata-se de um livro que aprofunda a visão portuguesa sobre a origem, apoios, ideologia e actividade dos diversos partidos e movimentos guerrilheiros que lutavam contra a presença de Portugal nas ex-colónias de Angola, Guiné e Moçambique.

Muito interessante e profundo nos dados que divulga. Recomendado para quem quer tomar conhecimento de todas as posições do conflito que foi designado por Guerra Colonial, do Ultramar ou de África.


Do ÍNDICE:
- O PENSAMENTO DE FRANCO NOGUEIRA ACERCA DAS NAÇÕES UNIDAS;

- A GRANDE CRISE;
Os brasileiros;
Os Estados Unidos da América em defesa da moral internacional...;
Os civilizadíssimos suecos suicidam-se e perseguem os inocentes lapões;
O esclavagismo soviético exerce-se sobre metade da Europa;
A tragédia demográfica da China vermelha e a ameaça sobre Moçambique;
Algumas importantes generalidades;
Outros aspectos do problema ultramarino;

- A PRIMEIRA CRISE;

- O TERRORISMO E OS PARTIDOS SUBVERSIVOS EM ANGOLA:
Influências religiosas no terrorismo e nos partidos subversivos;
- Seitas religiosas indígenas contribuíram para a formação do clima revolucionário;
A central de subversão;
A famosa U.P.A.;
- Holden Roberto ou o retrato de um assassino;
- A corte do 'Rei' em Leopoldville;
O 'Movimento Popular de Libertação de Angola'
- (O mais forte dos partidos subversivos);
- Mário Coelho Pinto de Andrade;
- António Agostinho Neto;
- Lúcio Rodrigo Leite Barreto Lara;
- Reverendo Domingos Francisco da Silva;
- Aníbal da Silva Melo;
- MPLA (Estatutos e Programa);
A aventurosa U.N.I.T.A. (União Nacional para a Independência Total de Angola);
- Jonas Malheiro Savimbi;

- O TERRORISMO E OS PARTIDOS SUBVERSIVOS EM MOÇAMBIQUE:
A F.R.E.L.I.M.O. (Frente de Libertação de Moçambique);
- O segundo Congresso da FRELIMO;
- O 'Instituto de Moçambique' em Dar-Es-Salam;
- Eduardo Mondlane;
- Janet Mondlane;
- Uria Simango;
- Marcelino dos Santos;
- A luta pelo poder entre os 'patriotas' moçambicanos;
- Desiludidos e descontentes (Lázaro Kavandame e Alexandre Magno);
- Estatutos;
O C.O.R.E.M.O. (Comité Revolucionário de Moçambique)
- Organização subversiva inimiga dos portugueses e da FRELIMO;
- A constituição do comité Revolucionário de Moçambique (COREMO);
- Estatutos e Programa;
A U.N.A.R. (União Nacional Africana de Rumbézia)
- Adversário da FRELIMO E DO COREMO;



Preço: €65,00.

Congo - 'MOISÉS TCHOMBÉ - DE ELIZABETHVILLE À ARGÉLIA', de Ian Colvin - Lisboa 1968




África - Guerra no Katanga - Memórias do líder da separação


'MOISÉS TCHOMBÉ - De Elizabethville à Argélia'
De Ian Colvin
Editorial Início
Lisboa, 1968


Livro com 330 páginas, ilustrado com dezenas de fotografias, em bom estado de conservação.
De difícil localização
Raro

Este livro recebeu outro título na sua edição original, 'THE RISE AND FALL OF MOISES TSHOMBE', e é um dos melhores documentos sobre os acontecimentos que levaram a guerra a esta zona do centro de África e à tentativa de constituir um novo país numa das zonas mais ricas em recursos naturais do Zaire ou Congo Kinshasa.


Preço: €27,50.;

Angola & Descolonização - 'O ÚLTIMO ADEUS PORTUGUÊS', de Emídio Fernando - Lisboa 2005 - RARO




Angola - Descolonização & Guerra Civil - Os bastidores da disputa


'O ÚLTIMO ADEUS PORTUGUÊS - História das Relações entre Portugal e Angola - Do Início da Guerra Colonial até à Independência'
De Emídio Fernando
Edição Oficina do Livro
Lisboa 2005


Livro com 379 páginas, muito ilustrado e em excelente estado de conservação. Exemplar novo.
De muito difícil localização.
MUITO RARO.


Obra dedicada ao processo de descolonização e guerra civil, com revelações dos bastidores da luta entre os movimentos de libertação (FNLA, MPLA, UNITA e FLEC) entre 1974 e 1976.


Da badana:
"Na história das relações entre dois povos e duas nações, há sempre estórias por contar: Esta é uma primeira viagem pelas relações entre Angola e Portugal desde o início da guerra colonial até à proclamação da Independência a 11 de Novembro de 1975 e ao consequente reconhecimento por parte de Lisboa.
Não é um documento cronológico, não pretende ser um estudo académico, é apenas o olhar do jornalista sobre os momentos mais marcantes em que os epicentros estavam em Lisboa e Luanda, mas que agitavam Nova Iorque, Washington, Moscovo, Kinshasa e tantos outros locais. Os bastidores da política iam correndo à sombra da guerra."



EMÍDIO FERNANDO - O autor:
"Nasceu em Vila Nova do Seles, Angola.
É jornalista na TSF-Radio Notícias, tendo sido fundador do '24 HORAS' e colaborador de uma série de jornais e revistas.
Ensinou jornalismo e recebeu o Grande Prémio Gazeta do Clube de Jornalistas.
Foi correspondente do Canal África, da África do Sul, reportou guerras em Angola, Bósnia, Albânia, Macedonia, Ruanda, Zaire, Iraque e Afeganistão.
Mas é Angola, sempre Angola, que o move.
É co-autor de NOITES DE LISBOA, tendo colaborado nos livros OS DIAS DE BAGDAD e CURTAS LETRAGENS."



DO ÍNDICE:

Prefácio
Pelo embaixador António Monteiro

1.a Parte
DA INDEPENDÊNCIA AO RECONHECIMENTO
- Chuva traz felicidade
- Deus no céu, Holden na terra
- 'Perante África e o Mundo'
- O apoio 'vermelho'
- Linhas cortadas entre Lisboa e Luanda
- A bandeira recolhida
- Pragmatismo brasileiro
- A decepção
- As amizades de Lisboa
- Lisboa cercada
- Avisos e acusações do MPLA
- A derrota de Pinheiro de Azevedo

2.a Parte
GUERRA COLONIAL E PRESSÕES INTERNACIONAIS
- O país da 'irrealidade política'
- Reafricanizar os espíritos
- O massacre anunciado
- "Matar todos os brancos!"
- Para Angola, rapidamente e em força
- O ano dos dois carnavais
- O temporal político
- Dilatar a fé é o império
- Fugas para a história

3.a Parte
PORTUGAL CONTRA O MUNDO
- Angola inegociável
- O maior exército de sempre
- Levar a guerra aos vizinhos
- A piranha só se mexe em águas turvas
- Amigos para sempre
- Entre os ultras e a vontade política

4.a Parte
DE MARCELO CAETANO ATÉ À INDEPENDÊNCIA
- Enterrar a pacassa para que não empeste
- Os meses alucinantes do 'almirante vermelho'
- Às portas do inferno
- Alianças de facas afiadas
- A paz armada

GLOSSÁRIO DE SIGLAS
BIBLIOGRAFIA
ÍNDICE REMISSIVO
Agradecimentos



Preço: 37,50€;

África & Colonialismo - 'ARMED STRUGGLE IN AFRICA - WITH THE GUERRILLAS IN "PORTUGUESE" GUINEA', de Gerard Chaliand (1969) - RARO




Guiné - A luta do PAIGC contra Portugal - O papel de Amílcar Cabral


'ARMED STRUGGLE IN AFRICA - WITH THE GUERRILLAS IN "PORTUGUESE" GUINEA'
De Gerard Chaliand
Prefácio de Basil Davidson
Edition GB, 1969


Livro em bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
RARO.


Preço: €35,00.

Angola & Guerra Colonial - 'S. NICOLAU - TARRAFAL ANGOLANO', de Emílio Filipe - Lisboa 1975 - MUITO RARO;




Angola & Guerra Colonial - A prisão angolana dos membros dos movimentos de libertação


'S. NICOLAU - TARRAFAL ANGOLANO'
De Emílio Filipe
África Editora
Lisboa, 1975


Aqui é relatado o quotidiano deste célebre "campo de concentração" administrado pela PIDE/DGS, onde eram encarcerados elementos suspeitos de pertencerem aos movimentos de libertação angolanos e de Cabinda, além de guerrilheiros capturados à FNLA, FLEC, MPLA e UNITA.

Destaque para as fotografias do interior das instalações deste campo e também do exterior, em que se pode perceber o ermo da sua implantação.

Um documento histórico do colonialismo e da luta de libertação de Angola.

Livro com 240 páginas, ilustrado e em muito bom estado de conservação.
De muito, muitodifícil localização.
Muito, muitoraro.


Preço: €47,50;

Angola - 'AGONIA E MORTE A 13,43 GRAUS DE LATITUDE SUL', de Corte-Real Santos - Sá da Bandeira 1964 - MUITO RARO




Angola - Morte trágica de 2 pilotos do Aero Clube do Lobito em 1963


'AGONIA E MORTE A 13,43 GRAUS DE LATITUDE SUL'
De Corte-Real Santos
Publicações Imbondeiro
Sá da Bandeira, Angola, 1964


Livro com 88 páginas e dezenas de fotografias do trágico acidente. Em muito bom estado de conservação.
De muito, muito difícil localização.
MUITO, MUITO RARO.

Relato pormenorizado do acidente que, em 18 de Março de 1963, vitimou os pilotos Carlos Costa Fernandes e Acácio Lopes Costa, do Aero Clube do Lobito, no trajecto entre esta cidade e Benguela, onde só viriam a ser descobertos quase quatro meses depois.

O autor, jornalista desde 1957 no 'Jornal de Benguela', relata toda a tragédia desde o desaparecimento dos malogrados aviadores até à sua descoberta a 50 Km a sul de Benguela, passando pelas primeiras buscas e a convicção de que teriam perecido no mar. Aborda também a ansiedade da família, amigos e população, que foram acompanhando o caso pela comunicação social daquela antiga província ultramarina, rádio e imprensa angolana.

Este livro, é um trabalho excepcional de investigação do autor e dos seus colaboradores. Destaque para as fotografias que acompanham o texto de forma real, dura e trágica, com impressionantes momentos gravados pelas câmaras fotográficas que, ainda hoje são impressionantes.


Do ÍNDICE:
- Abertura
- QUEM ERAM OS PROTAGONISTAS DA TRÁGICA AVENTURA
- PALAVRAS PRÉVIAS
- A PARTIDA PARA O QUE SERIA UMA VIAGEM SEM REGRESSO
- O INÍCIO DE UMA VIAGEM SEM FIM
Uma nuvem desnorteou o piloto da 'Colt'
- DIZ-SE PERFEITAMENTE LÚCIDO E COM BASTANTES FORÇAS
- DEUS E A FAMÍLIA OCUPAVAM PERMANENTEMENTE O PENSAMENTO DE CARLOS FERNANDES
- CARLOS FERNANDES ASSINALA A PRESENÇA PERTO DE UM AVIÃO DAS PESQUISAS
- CARLOS FERNANDES PEDE AOS PAIS QUE O SEU CORPO OS ACOMPANHE PARA A METRÓPOLE
- NAS DERRADEIRAS PALAVRAS O DESVENTURADO JOVEM DESCREVE OS HORROROSOS MOMENTOS VIVIDOS
- CARLOS FERNANDES ESCREVE A UM AMIGO MUITO ÍNTIMO
- A VERDADE SOBRE A TRAGÉDIA DA AVIONETA DO AERO CLUBE DO LOBITO, REVELADA PELO 'DIÁRIO' DO PILOTO ACÁCIO LOPES DA COSTA:
'FOI ASSIM QUE TUDO ACONTECEU !'
- ÚLTIMAS PÁGINAS DO 'DIÁRIO' DE UM MORIBUNDO
- QUANDO A LUCIDEZ DE LOPES DA COSTA COMEÇOU A ESTAR PERTURBADA, A LETRA PASSOU A SER INCERTA
- AO 33.º DIAS DE RESISTÊNCIA: CARLOS FERNANDES ESCREVE ALGUMAS PALAVRAS
- UM ÚLTIMO ANSEIO TRANSMITIDO A CUSTO POR LOPES DA COSTA:
Ser sepultado na Catumbela
- FOI UM BANDO DE ABUTRES QUE ORIENTOU O CAÇADOR DA BINGA
- AO LEVANTARMOS A CABEÇA DO CORPO DE LOPES DA COSTA DESCOBRIRAM-SE O 'DIÁRIO' E OUTROS PAPEIS
- O PILOTO CARLOS FERNANDES DEIXOU UM ESPÓLIO DE 17 CARTAS DIRIGIDAS AO PAI
'SAÚDE E FELICIDADE PARA TODOS !'
Foi esta a inacreditável mensagem que recebemos, refere um repórter
- A AVIONETA AMARELA SURGE BRUSCAMENTE NUMA VOLTA DA PICADA
- NUM ÚLTIMO ACTO DE DESESPERO CARLOS FERNANDES JOGARA O SEU RELÓGIO PARA FORA DO AVIÃO...
- O RELÓGIO DE ACÁCIO LOPES DA COSTA PAROU-LHE NO PULSO
- O FUNERAL DOS RAPAZES CONSTITUIU UMA ESMAGADORA MANIFESTAÇÃO DE PESAR
- ÚLTIMOS CUIDADOS PRESTADOS AOS MORTOS
- DEPOIMENTOS DE JOSÉ JÚLIO BELÉM, AVIADOR-INSTRUTOR DO AERO CLUBE DE BENGUELA
- OS INQUÉRITOS OFICIAIS
- PALAVRAS FINAIS.



Preço: €75,00.

Ultramar & Colonialismo - 'ASSOCIAÇÕES SECRETAS ENTRE OS INDÍGENAS DE ANGOLA', de Serra Frazão - Lisboa 1946 - MUITO RARO




Angola - Antropologia das populações da ex-província ultramarina


'ASSOCIAÇÕES SECRETAS ENTRE OS INDÍGENAS DE ANGOLA'
De Serra Frazão
Editora Marítimo-colonial
Lisboa, 1946


Livro com 325 páginas e em muito bom estado de conservação.
Com prefácio do general Norton de Matos.
De muito difícil localização.
MUITO RARO.


Esta obra foi premiada com o 1.º prémio do XXº Concuros de Literatura Nacional.

Apresentação:
"Breves apontamentos sobre a provável existência de associações secretas e práticas ocultistas entre as populações gentílicas de Angola."


Do ÍNDICE:
- Apresentação - Norton de Matos;
- Explicação;
- Breve nota ortográfica;
- ÁFRICA;
I. - Associações Secretas;
II. - Primeiras tentativas;
III. - Reminiscências Totémicas;
IV. - Os Homens-leões;
V. - A circuncisão;
VI. - Função social da circuncisão;
VII. - O "Kusoloka";
VIII. - "Mila-Mila";
IX. - Os "Pacientes" de Ambaca;
X. - "Eanda" (A família);
XI. - O Ochisoko;
XII. - A extensão Geográfica do Ochissoko;
XIII. - Associações Secretas no Congo;
- Notas;
- Listagem dos reis do Congo;
- Bibliografia.



Preço: €65,00.

Guerra colonial & PAIGC - 'PELAS REGIÕES LIBERTADAS DA GUINÉ (BISSAU)' - MUITO RAROS


Guiné-Bissau - A guerra do lado do PAIGC - Livro editado pela China comunista


'PELAS REGIÕES LIBERTADAS DA GUINÉ (BISSAU)'


Dois livros, sendo um original editado em Pequim em 1972 e o segundo editado em Portugal em Setembro de 1974, ambos em língua portuguesa.


1. 'PELAS REGIÕES LIBERTADAS DA GUINÉ (BISSAU)'
Pelos repórteres da Agência Hsinghua
Edições em línguas estrangeiras
Pequim, 1972

O livro tem manchas de sujidade na capa e na contra capa. O interior está impecável e é ilustrado com duas dezenas de excepcionais fotografias de guerrilheiros do PAIGC. O livro tem 50 páginas.


2. 'PELAS REGIÕES LIBERTADAS DA GUINÉ (BISSAU)'
A missão especial da O.N.U. nas Regiões Libertadas
Pelos repórteres da Agência Hsinghua
Edição Cadernos Maria da Fonte - 8
Porto, Setembro de 1974

O livro tem um pedaço de fita-cola na capa e no interior um carimbo. Tem 90 páginas e está em estado razoável de conservação. Não é ilustrado.


Preço: Conjunto - €45,00.
Em separado:
Volume editado em Pequim - €30,00.
Volume editado em Portugal - €25,00.

Angola & Guerra Colonial - 'THE TERROR FIGHTERS', by Al J. Venter and Cloete Breytenbach (Photographs) - RSA, Cape Town 1969 - VERY RARE;





Angola - A guerra de Portugal contra os movimentos de libertação numa obra da autoria de um dos maiores especialistas da guerra subversiva na África Austral


'THE TERROR FIGHTERS
A Profile of Guerrilla warfare in Southern Africa'

By Al J. Venter and Cloete Breytenbach (photographs)
Edition Purnell
RSA, Cape Town 1969


Book with 152 pages, very ilustred and in good condition.
Very difficult localization.
VERY, VERY RARE.


O autor, jornalista de guerra com vastos conhecimentos de todo o continente africano, dedicou largos espaços na imprensa africana e internacional a relatar as guerras na Guiné, Angola até 1974 e Moçambique no período da descolonização.

Nesta obra, Al J. Venter relata o tempo que passou em finais da década de sessenta a acompanhar as tropas do exército português em Angola.

É um livro interessante e histórico, escrito em inglês e de difícil localização.


SINOPSE: / ABOUT BOOK:
"This book is about war in Africa. It is a true story of a conflict going on at this moment in the jungles, scrub and desert country of Angola - a war in which people,mblack and white, are dying every day. Some will have died before the reader has finished this book.

The guerrilla war in Angola is not an isolated example of insurgency warfare in Africa. Similar wars are being fought in Guinea on the West African Coast and Mozambique to the east. The Rhodesians and South Africans of late have also experienced the first thrust of a well-trained, well-armed guerrilla force which is using every trick in the book of unconventional warfare to secure an advantage.

The war in Angola is a harsh campaign. The blac Guerrillas dictate the way it is fought. They strike when it suits them. They only engage in battle when they are confident that they have a material advantage. It is for this reason that a Portuguese Army of almost 60.000 men is tied down to counter a guerrilla threat of barely one-sixth that number.

But tactics and statistics apart, the angolan war is also significant historically. It is not generally realized that on its outcome - one way or the other - may depend the future of whole Southern African sub-continent."




Do ÍNDICE: / CONTENTS:

PROLOGUE
By Al J. Venter

Section I
COMSEC D

Section II
CABINDA

Section III
THE EAST (Zona Zil)



Preço: €120,00.