segunda-feira, 11 de março de 2013

A revolução de 25 de Abril de 1974 - 'PORTUGAL LIVRE - 20 fotógrafos da imprensa contam tudo sobre a revolução das flores' - Lisboa 1974 - MUITO RARO













Portugal - A revolução de '25 de Abril de 1974' vista pelas máquinas de 20 fotógrafos portugueses


'PORTUGAL LIVRE - 20 fotógrafos da imprensa contam tudo sobre a revolução das Flores'
Moraes editores
Lisboa 1974


Livro com 124 páginas, formato grande (20,5 x 27,5 cm), muito ilustrado e em muito bom estado de conservação.
De muito, muito difícil localização.
MUITO RARO.

Dezenas de excepcionais fotografias, muitas delas de página dupla.

Livro com com textos de Fernando Assis Pacheco e Adelino Gomes. A maquete e a capa são da responsabilidade de Luís da Conceição e a orientação gráfica de Vitorino C. Martins.

Do texto de apresentação:
"(...) Foi no meio de apupos e cantos populares que o regime de Marcelo Caetano se desmoronou no Largo do Carmo, em Lisboa, sob o sol claro de uma tarde de Abril. O herdeiro de Salazar não se meteu no blindado da fuga sem uma derradeira formalidade — transmitir o poder a pessoa idónea para que este não caísse na rua, como se afirma que afirmou a um interlocutor exasperado. Quanto à rua, essa, desdenhou todas as formalidades e logo ali armou a festa. Depois de tantos anos estava no seu direito (...)".


Álbum fotográfico que reuniu fotografias do '25 de Abril de 1974', de 20 fotógrafos portugueses:
- Abel Fonseca;
- Alberto Peixoto;
- Alfredo Cunha;
- António Xavier;
- Armando Vidal;
- Carlos Gil;
- Correia dos Santos;
- Eduardo Baião;
Eduardo Gageiro;
Fernando Baião;
Francisco Ferreira;
Inácio Ludgero;
João Ribeiro;
José Antunes;
José Tavares;
Lobo Pimentel Jr.;
Miranda Castela;
- Novo Ribeiro;
- Rui Pacheco;
- Teresa Montserrat



Preço: 240,00€

Macau - 'UM LEGADO PARA O FUTURO', edição de 5 magníficos livros (1995)










Macau - 'UM LEGADO PARA O FUTURO' - 5 magníficos livros


Macau - Conheça a última colónia portuguesa, devolvida à China em 1999

Em 5 magníficos livros, muito ilustrados e em muito bom estado de conservação.


1. - 'UM LEGADO PARA O FUTURO'
Edição Livros do Oriente
Com 66 páginas muito ilustradas
Mirandela 1995

2. - 'OS DESAFIOS DA TRANSIÇÃO'
Edição Livros do Oriente
Com 66 páginas muito ilustradas
Mirandela 1995

3. - 'À FLOR DA PELE' - Foto Álbum
Edição Livros do Oriente
Com 66 páginas muito ilustradas
Mirandela 1995

4. - 'UMA ECONOMIA DE CHARNEIRA'
Edição Livros do Oriente
Com 66 páginas muito ilustradas
Mirandela 1995

5. - 'A SEDUÇÃO DA DIFERENÇA'
Edição Livros do Oriente
Com 66 páginas muito ilustradas
Mirandela 1995


De muito difícil localização.


Preço: 60,00€

sexta-feira, 8 de março de 2013

Angola - 5 livros da literatura angolana após independência (Contos e poesia)










Angola - 5 livros da literatura Angola após independência (Contos e poesia)



1. - 'NÓS OS DO MAKULUSU'
Luandino Vieira
Editora Sá da Costa
Lisboa - 1977

'Nós os do Makulusu' é uma narrativa circular, fechada, em que o autor-narrador vai tecendo com a memória a vida de uma família de colonos dum bairro de Luanda'

Com 140 páginas.


2. - 'A DECISÃO DA IDADE'
Ruy Duarte de Carvalho
Editora Sá da Costa
Lisboa - 1977

Ruy Duartde Carvalho nasceu em 1941. É cidadão angolano. Parte da infância e adolescência em Moçâmedes. Regente agrícola desde 1960, trabalhou no sector do café, até ser, em 1967, afastado das suas funções.
Data de 1972 a sua primeira recolha de poemas.

Com 92 páginas.


3. - 'LENHA SECA' - Fábulas
Costa Andrade
Editora Sá da Costa
Lisboa - 1986

As fábulas aqui reunidas e reescritas pertencem ao povo. A maior parte conhecida através de recolhas anteriores aparece na forma que lhes empresta o autor que delas escutou versões diferenciadas de guerrilheiros do Leste de Angola.

Com 82 páginas e ilustrado.


4. - 'ANGOLA, ANGOLÊ, ANGOLEMA'
Arlindo Barbeitos
Editora Sá da Costa
Lisboa - 1977

Preso a um momento da história, concretamente a história do país e do povo a que ligou o seu destino, o poeta ousa transcender esse momento para anunciar o que sente ser a grande metamorfose: a reconciliação do Homem com a sua condição.
E nesta perspectiva a sua poesia é ela própria, para além de testemunho e de meio de conhecimento de uma realidade, um instrumento de libertação.

Com 76 páginas


5. - 'POESIA COM ARMAS'
Costa Andrade
Editora Sá da Costa
Lisboa - 1977

Costa Andrade ocupa na literatura angolana e particularmente no seu espaço poético um lugar de relevo, que lhe advém tanto das suas qualidades intrínsecas de artista como da dimensão nacional da sua obra.

Com 160 páginas.


Todos os livros estão como novos.


Preço: 75,00€

África e o 25 de Abril de 1974 - 'PORTUGAL E O FUTURO', de António de Spínola - Rio de Janeiro 1974 - RARO




Portugal - O livro que ajudou o regime a cair no ano de 1974, a guerra colonial a acabar e provocou a descolonização das colónias africanas (Angola, Cabo Verde, Guiné, Moçambique e S. Tomé e Príncipe)


'PORTUGAL E O FUTURO'
De António de Spínola
Edição Nova Fronteira
Brasil, Rio de Janeiro 1974


Livro com 236 páginas e em bom estado de conservação.

De muito difícil localização.
RARO.

Esta edição foi impressa no Rio de Janeiro, depois de em Lisboa o livro ter provocado alarme no governo e ter contribuído para a queda do regime do estado novo.

O General António de Spínola que se distinguiu no comando militar a civil da província da Guiné, evoluiu o seu pensamento para a necessidade de negociar com os movimentos de libertação ,propondo um federação do tipo comunidade de estados com uma independência a longo prazo.

É sem margem para dúvidas um dos livros mais históricos e marcantes do pós 25 de Abril de 1974 e do regime democrático.


Informação da capa:
-"Liberdade e auto-determinação dos povos"

-"É impossível ganhar uma guerra de guerrilhas"

- "Portugal é e deve ser cada vez mais um país africano do que europeu"

- 50.000 exemplares vendidos num só dia em Lisboa e Porto"



Da contra-capa:
"Uma proposta de desenvolvimento com segurança e liberdade do famoso militar aos portugueses de todas as cores, a todos os povos e ao seu governo.

Conheça a proposta de paz do General Spínola ao mundo luso-afrobrasileiro.

Portugal não é só o passado: este livro é uma resposta ao desafio do futuro português."



Do ÍNDICE:
- AO LEITOR - Carlos Lacerda (31 de Março de 1974);

- INTRÓITO;
- A CRISE QUE ENFRENTAMOS;
- A NOSSA POSIÇÃO NO MUNDO;
- AS NOSSAS CONTRADIÇÕES;
- OS FUNDAMENTOS DE UMA ESTRATÉGIA NACIONAL;
- UMA HIPÓTESE DE ESTRUTURAÇÃO POLÍTICA DA NAÇÃO;
- CONCLUINDO;



Preço: 22,50€

Moçambique - 'DEPOIS, VEM A ANGÚSTIA', de M.F. da Motta Vieira (Lourenço Marques 1972)




Moçambique - A guerra colonial contada por um dos seus intervenientes


'DEPOIS, VEM A ANGÚSTIA'
De M.F. da Motta Vieira
Edição do autor
Moçambique
Lourenço Marques 1972


Livro com 384 páginas, em razoável estado de conservação. Com sinais de algum uso nas capas.

MUITO RARO.

Quando não era nada usual abordar na literatura a problemática da guerra colonial, o autor editou por sua conta e risco esta obra, porque, conforme escreve, muitas pessoas lhe pediram para escrever 'coisas sobre África', principalmente sobre os acontecimentos após 1961. Data que marca o início da guerra em angola e que se alastrou à Guiné e a Moçambique por último.


Preço: 25,00€

Se está interessado em adquirir este livro
já procurou no blog outro exemplar recentemente
colocado para venda....

Moçambique - 'TERROR EM TETE', do International Defence & Aid Fund - Lisboa 1974 - MUITO RARO






Moçambique - Campanha de denúncia das arbitrariedades e massacres do sistema colonial


'TERROR EM TETE'
Relato documental das atrocidades dos portugueses, no distrito de Tete, Moçambique (1971-1972)
International Defence & Aid Fund
Edição A Regra do Jogo
Lisboa 1974


Livro com 136 páginas, com um mapa e em muito bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
MUITO RARO.


Do Índice;
- Introdução
- A Guerra em Moçambique
- De que lados estamos?
- Massacres em Mucumbura
- As consequências de Mucumbura
- Chawola, Wiriyamu e Juwau
- Rebenta a tempestade

Apêndices
- Campos de internamento
- A Declaração dos Padres Brancos
- Os Massacres de Mucumbura
- Mais de um ano de agonia...
- Carta aberta ao núncio papal
- O Massacre no regulado do chefe Gandali



Preço: 35,00€

Ultramar - 'FICHEIROS SECRETOS da descolonização de Angola', de Leonor Figueiredo - Lisboa 2009




Angola - A descolonização e os seus segredos violou os direitos humanos de muitos cidadãos abandonados


'FICHEIROS SECRETOS da descolonização de Angola'
De Leonor Figueiredo
Edição Altheia
Lisboa 2009


Livro com 300 páginas, ilustrado com fotografias e com a reprodução de documentos. Como novo.
De difícil localização.


Quando a descolonização avançou decididamente empurrada pelo MFA e com o estabelecimento no terreno e no poder dos movimentos de libertação, a potência colonizadora iniciou uma retirada apressada que originou com que alguns cidadãos portugueses fossem abandonados e até entregues (em alguns casos com a colaboração e conivência dos representantes de Portugal...), aos guerrilheiros e futuras autoridades angolanas...

A autora, jornalista e conhecedora de múltiplos casos, investigou a documentação acessível nos departamentos governamentais portugueses e localizou alguns desses sobreviventes.

Este é o livro com o resultado dessa extraordinária investigação que veio denunciar uma descolonização que chegou a ser apelidada de 'exemplar' !

Na exaustiva investigação levada a cabo por Leonor Figueiredo, conseguiu-se conhecer as peripécias e histórias de cerca de 30 portugueses que tinham sido raptados e presos pelo MPLA e abandonados pelas autoridades portuguesas e pelas Forças Armadas, aquando da retirada a 11 de Novembro de 1975. Estes portugueses eram conotados com a FNLA, dirigida por Holden Roberto. A autora conseguiu assim localizar alguns destes ex-presos do MPLA e relata pela primeira vez a sua história, revelando como muito antes da independência de Angola o MPLA mantinha portugueses em prisões clandestinas em Luanda.

Além destes casos, o livro aborda e revela outros casos da polémica descolonização de Angola. A prisão de um magistrado, primo do General Francisco da Costa Gomes, então Presidente da República Portuguesa e a verdadeira história da médica Fernanda Sá Pereira, raptada e desaparecida, na sequência de uma falsa notícia sobre antropofagia cometida nas delegações de Luanda da FNLA... Este livro veio denunciar para a posterioridade os crimes e conivências políticas, ideológicas e militares entre alguns dos dirigentes descolonizadores portugueses e alguns dos descolonizados angolanos !


Do ÍNDICE:
- INTRODUÇÃO

PRIMEIRA PARTE
1. - O VISÍVEL ANTES DA INDEPENDÊNCIA

2. - O INVISÍVEL ANTES DA INDEPENDÊNCIA
- Fernando Lamas (raptado pelo MPLA a 26 de Agosto de 1975)
- Amílcar Barreira (preso a 26 de Maio de 1975)
- Luís Guerreiro Pereira (detido em finais de Julho de 1975)
- José Paulo Seara (preso em início de Agosto de 1975)
- Carlos Las Heras (preso a 18 de Agosto de 1975)

3. - O VISÍVEL NO PÓS-INDEPENDÊNCIA

4. - O INVISÍVEL NO PÓS-INDEPENDÊNCIA
- Amílcar Barreira (expulso em Agosto de 1977)
- Luís Guerreiro Pereira (expulso a 5 de Outubro de 1977)
- José Paulo Cardoso Seara (expulso em Junho de 1977)
- Fernando Lamas (expulso em Agosto de 1977)
- Carlos Las Heras (expulso em 8 de Julho de 1977)

5. - QUE CONCLUSÃO ?

SEGUNDA PARTE
1. - CASOS ANTES DA INDEPENDÊNCIA
- Barroso de Moura (o primo Juiz de Costa Gomes)
- Martinho Nóbrega (saltar 12 metros para a liberdade)
- Pinto Pereira (75 marcas continuam no corpo)
- Borges de Sousa (em busca do Comandante Bravo)
- Altino de Magalhães (a ponta do iceberg por acaso)
- Cecília Efrati (uma noiva quase eterna)

2. - CASOS PÓS INDEPENDÊNCIA
- Viúva Rebelo da Silva (silêncio sob ameaça)
- Carlos Pacheco (do Poder ao cárcere)
- Fernando Ribeiro Esperança (qualquer coisa dá prisão)
- Rui silva (fita-cola nos sapatos e cinto de sisal)
- Manuel Simões (expulso 50 anos depois)
- António Pires Afonso (em 11 anos nada mudou)

ANEXO
Portugueses desaparecidos em Angola (263)
Portugueses raptados e presos pelo MPLA
Antes da independência (30)
Portugueses presos depois da independência
- Data de prisão desconhecida (115)
- Presos entre 1975 e 1976 (8)
- Presos em 1976 (81)
- Presos em 1977 (52)
- Presos entre 1978 e 1982 (32)
- Presos em 1978 (50)

- Notas
- Bibliografia
- Siglas e Acrónimos



Preço: 30,00€

Angola - 'A FORTALEZA DE S. MIGUEL', de Nuno Beja dos Santos (Luanda 1967) - Muito Raro







Angola - A fortaleza histórica de Luanda


'A FORTALEZA DE S. MIGUEL'
De Nuno Beja Valdez Tomaz dos Santos
Edição do Instituto de Investigação Cientifica de Angola
Luanda 1967


Livro com 122 páginas, ilustrado com inúmeras fotografias e gravuras da época da sua construção. Com gravura em páginas triplas. O interior do livro está em estado razoável e a capa e contra-capa apresenta manchas de humidades conforme se pode verificar nas imagens.

É um livro MUITO RARO.

O preço aqui colocado em venda deriva do estado das capas.

Índice Geral
- A FORTALEZA DE S. MIGUEL
- OS CANHÕES DE S. MIGUEL
- CATALOGAÇÃO DOS CANHÕES DA FORTALEZA DE S. MIGUEL
- Nota explicativa
- Catalogação
- ÍNDICES
- Léxico
- Cronologia
- Índice onomástico e geográfico
- Índice das gravuras
- Índice dos autores consultados
- Índice geral



Preço: 70,00€

Ultramar - 'INFLUÊNCIA DA PRESTAÇÃO DO SERVIÇO MILITAR NA VIDA DOS INDÍGENAS E NA ECONOMIA DA PROVÍNCIA DE ANGOLA' - Ernesto Ramos - Lisboa 1957 - MUITO RARO








Ultramar - A incorporação militar dos naturais das províncias ultramarinas africanas nas forças portuguesas de defesa


'INFLUÊNCIA DA PRESTAÇÃO DO SERVIÇO MILITAR NA VIDA DOS INDÍGENAS E NA ECONOMIA DA PROVÍNCIA DE ANGOLA'
De Ernesto Augusto Ramos - capitão de infantaria
Tipografia Gomes & Rodrigues
Lisboa 1957


Livro com 76 páginas, ilustrado com mapas, quadros e fotografias. Em razoável estado de conservação. Nota para os riscos que apresenta na capa.
De dmuito difícil localização.
MUITO RARO.

É uma obra sobre uma temática com muito pouca literatura e este livro é de facto

É um bem fundamentado estudo do impacto social e económico da incorporação dos indígenas nas forças de defesa portuguesas.

A não perder.


Preço: 75,00€

Portugal - 'ÓBIDOS - Recantos do tempo', de Afonso Alves e Luís Lima (1988)






Portugal - A vila histórica de Óbidos em todo o seu esplendor e riqueza matrimonial


'ÓBIDOS - Recantos do tempo'
De Afonso Manuel Alves e Luís Leiria de Lima
Publicações Dom Quixote
Lisboa 1988


Livro com 96 páginas e em muito bom estado de conservação. com excepcionais fotografias coloridas e muitas de página dupla.

A Vila histórica de Óbidos, fotografada dos seus recantos e ruelas, entre o casario e as muralhas, com uma beleza invulgar e a sua conservação que quase nos leva a pensar que o tempo ali parou.

Um dos melhores livros de fotografias de Óbidos.


Preço: 60,00€

Portugal & Ultramar - 'O INIMIGO N.º 1 DE SALAZAR', de Pedro Jorge Castro - Lisboa 2010






Henrique Galvão - Portugal assistiu ao desvio do Navio Santa Maria por Henrique Galvão, um ex-apoiante de Salazar


'O INIMIGO N.º 1 DE SALAZAR'
De Pedro Jorge Castro
Edição Esfera dos Livros
Lisboa 2010


Livro como Novo, com 408 páginas e muito ilustrado.

A saga de Henrique Galvão, de apoiante incondicional do estado de novo e de Salazar a opositor.
Neste episódio, o antigo capitão, desviou, com a ajuda de um comando misto de portugueses e espanhóis o navio de cruzeiro 'Santa Maria' que navegava nas caraíbas e pretendia levar a efeito um desembarque em Luanda, visando o inicio de um ataque a Lisboa para derrubar o regime.


Preço: 27,50€

segunda-feira, 4 de março de 2013

Portugal e Angola - 'EU ROUBEI O SANTA MARIA - Relato de uma aventura real', de Jorge Soutomaior - Lisboa 2010







Portugal - O desvio do navio 'Santa Maria' por um comando ibérico contra as ditaduras


'EU ROUBEI O SANTA MARIA - Relato de uma aventura real'
De Jorge Soutomaior
Edição Labirinto letras
Lisboa 2010


Livro com 346 páginas, ilustrado e como novo.

Liderado por Henrique Galvão, um comando ibérico (composto por portugueses e galegos), tomou de assalto o navio de cruzeiros português, nas Caraíbas, em Janeiro de 1961.

Sabe-se hoje que o principal objectivo consistiria em atracar em Luanda e provocar a revolta dos militares e dos colonos contra o governo de Lisboa e assim derrubar o regime do estado novo liderado do António de Oliveira Salazar e de seguida a ditadura espanhola de Francisco Franco.

Depois de várias peripécias, desde a vigilância naval e aérea dos militares americanos até à descida de um jornalista de para-quedas, o navio atracou no Brasil e o comando rendeu-se e entregou-o às respectivas autoridades.

Gorou-se assim aqueles objectivos. O que é certo é que Luanda estava cheia de jornalistas estrangeiros que... dias depois tomaram conhecimento dos ataques de 4 de Fevereiro contra as esquadras e prisões portuguesas na cidade !

Fica assim muito por saber sobre o planeamento destas acções e a sua conjugação ou não.

Este livro, da autoria de um dos elementos do comando de origem espanhola, foi editado em 1972 e agora traduzido para português.


Preço: 25,00€