sexta-feira, 29 de junho de 2012

Guerra colonial - Angola & MPLA - Revista 'NOTÍCIA', n.º 570, de 1970 (Reportagem extraordinária)




Angola - Revista editada em Luanda de grande qualidade gráfica e jornalística


Revista 'NOTÍCIA', n.º 570, de 1970.
Um emboscada num enterro de um destacado membro do MPLA)


Revista em bom estado de conservação e com diversas reportagens e matérias de grande interesse.

Destaque para a reportagem:
'A guerra continua - O ENTERRO', de Fernando Farinha
(Uma companhia de comandos com informações sobre o enterro de um destacado membro da guerrilha (MPLA) ficou emboscada no local marcado e capturou e liquidou grande parte dos guerrilheiros intervenientes, com o testemunho dos repórteres).


Preço: €20,00.

Revista 'VISÃO', n.º 1, de 25.03.1993 - Reportagem especial sobre Angola, 'FUGITIVOS DO HUAMBO' - MUITO RARA




Angola - Reportagens da guerra no Huambo que opôs UNITA e MPLA e o garimpo nas Lundas


Revista 'VISÃO', n.º 1, de 25 de Março de 1993
Editada em Lisboa, muito ilustrada e em muito bom estado de conservação.


FUGITIVOS DO HUAMBO - A coluna de portugueses que fugiu da guerra;
A guerra do garimpo nas Lundas;


Revista n.º 1, em muito bom estado de conservação, com diversos artigos de interesse.
MUITO RARA. Muito difícil de localizar.


Preço: 35,00€.

A MORTE DE SALAZAR - Jornal 'DIÁRIO DE NOTÍCIAS', de 28.07.1970 - MUITO RARO




Portugal - Morte de Salazar


Jornal 'DIÁRIO DE NOTÍCIAS', de 28 de Julho de 1970


Excepcional documento em muito bom estado de conservação para os anos que apresenta, com um rasgão na dobra da página conforme se vê na fotografia inserida.

Muito difícil de obter. MUITO RARO.


Preço: 0,00€ (Indisponivel)

Ultramar & Colonialismo - 'ANGOLA ESSA DESCONHECIDA', de António Pires - Luanda 1964 - MUITO RARO



Angola & Colonialismo - O desenvolvimento desta província ultramarina portuguesa em dados e números com descrição muito boa


'ANGOLA ESSA DESCONHECIDA'
De António Pires
Edição do autor
Luanda, 1964


Livro com 200 páginas e muito ilustrado com fotografias da época (mais de meia centena...) e em bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
MUITO RARO.


Um ensaio político económico das potencialidades económicas e industriais de Angola, com dezenas de fotografias da época das instalações e empreendimentos públicos, como forma de divulgar a riqueza desta antiga colónia portuguesa.


Do ÍNDICE:
- NOTA EXPLICATIVA;

I. - O QUADRO GEO-ECONÓMICO DO CONTINENTE AFRICANO
1 - Antecedentes históricos;
2 - A subnutrição aliada ao isolamento geográfico;
3 - Subnutrição e fraco rendimento do trabalho;
4 - Ausência ou primarismo de concepção económica;

II. - POSSIBILIDADES E POTENCIALIDADES DO CONTINENTE AFRICANO
1 - O atraso causado pelo tráfico de escravos;
2 - O panorama actual de África;
3 - A 'explosão demográfica' africana;
4 - As potencialidades do subsolo;

III. - O NEBULOSO FUTURO DE ÁFRICA
1 - Obstáculos dificilmente superáveis;
2 - A babélica confusão religiosa e linguística dos povos africanos;
3 - Os modelos políticos europeus e as realidades africanas;

IV. - ANGOLA NO CONJUNTO DO CONTINENTE AFRICANO
1 - Alguns elementos comparativos;
2 - Principais recursos naturais;
3 - Recursos e potencialidades do subsolo;

V. - ESFORÇO OFICIAL E PARTICULAR NA VALORIZAÇÃO DE ANGOLA
1 - A importância dos planos de fomento oficiais;
2 - Os investimentos particulares:
a). - No comércio;
b). - Na agricultura;
c). - Na indústria;
d). - Na construção civil;

VI. - A VIGOROSA 'ARRANCADA' DE ANGOLA NO CAMINHO DO PROGRESSO
1 - Resultados materiais do progresso económico;
2 - Viragem decisiva nos rumos da economia;
3 - Números expressivos do desenvolvimento de Angola;
4 - Alguns termos de comparação à escala africana;

VII. - A VALORIZAÇÃO DO CAPITAL HUMANO
1 - Dificuldades específicas da África Negra;
2 - Estreitando os laços de portugalidade de Angola;
3 - Reordenamento rural e promoção social;
4 - Promoção social e integração racial;

VIII. - INTEGRAÇÃO SOCIAL PROGRESSIVA E AUSÊNCIA DE DESCRIMINAÇÃO RACIAL
1 - Descriminação rácica e estatística demográfica;
2 - Panorama social de Angola;
3 - Convivência fraterna desde os bancos da escola;
4 - Outros meios de promoção social e de edificação de uma sociedade multiracial equilibrada;
0
IX. - AS DIMENSÕES DE ANGOLA À ESCALA NACIONAL

X. - ANGOLA - MUITAS HORAS DEPOIS DA 'MEIA-NOITE' DECISIVA



NOTA BIOGRÁFICA DO AUTOR:
"ANTÓNIO PIRES
Nascido em Lisboa em 10 de Novembro de 1916, foi para Angola em 1924, com a idade incompleta de oito anos, contando hoje quarenta e um anos de permanência naquela província, onde constituiu família e se encontra definitivamente enraizado.

Aos 23 anos iniciou a sua actividade jornalística como profissional, ingressando em 1939 na redacção do 'DIÁRIO DE LUANDA', onde se manteve até 1945, ano em que deixou o profissionalismo jornalístico para se dedicar a outras actividades.

Nunca mais, porém, deixou de escrever para os jornais - actividade que aliás iniciara aos 16 anos como um dos redactores do jornal académico de Luanda 'O ESTUDANTE' - e assim em 1954, voltou ao profissionalismo para ingressar na redacção de 'A PROVÍNCIA DE ANGOLA', primeiro como chefe de redacção e, passado pouco tempo, como sub-director no exercício activo da Direcção, desde 1958 a 1964.

Depois de outro interregno desde meados de 1964, sem contudo deixar de na imprensa de Angola, voltou ao profissionalismo agora como editor e director executivo de um semanário especializado, 'ACTUALIDADE ECONÓMICA'.

Aliás, foi predominantemente no sector económico que António Pires marcou sempre lugar destacado, não só no jornalismo de Angola, como mesmo na vida pública e política da província: - assim o atestam dois ensaios, 'ANGOLA E O MERCADO COMUM EUROPEU' e 'A QUESTÃO CAMBIAL DE ANGOLA', publicados respectivamente em 1958 e 1959, o último dos quais galardoado com o 'Prémio Angola', instituído pelo Instituto de Angola 'para obras de excepcional mérito'.

Durante oito anos consecutivos, de 1948 a 1956, foi membro do Conselho de Governo de Angola, com duas reeleições sucessivas, distinguindo-se por uma colaboração activa e de relevo na discussão de numerosos problemas económicos e sociais da província.

Nestes últimos quinze anos tem realizado numerosa conferências, e em 1955 tomou parte no I Congresso dos Economistas Portugueses, realizado em Luanda, apresentando e defendendo uma tese sobre 'Aproveitamento das matérias-primas de Angola dentro do critério de unidade económica nacional'.

Como escritor, publicou em 1948 'SANGUE CUANHAMA', que obteve o 1.º prémio de romance, daquele ano, da Agência-Geral do Ultramar, e foi saudado pela crítica metropolitana com excpecional carinho. No ano seguinte obteve o 2.º prémio do concurso da Agência-Geral do Ultramar, em romance, com 'LUIANA'. Em 1959 publicou 'TONGA - Epopeia do café', que foi galardoado com o 1.º prémio do concurso 'Mota Veiga', de âmbito provincial.

Correpondente também de jornais estrangeiros como o 'NEW YORK TIMES' e de agências noticiosas como a 'ANI', 'France-Press' e 'United Press', António Pires é hoje, sem dúvidas, um dos jornalistas de Angola mais conhecido no estrangeiro, tendo visitado demoradamente o Brasil e a República da África do Sul, além de viagens profissionais à Rodésia do sul, Congos ex-belga e ex-francês, Camarões e Moçambique. e visitas rápidas a Madrid, Paris, Bruxelas, Nova Iorque e Roma.

Dos seus profundos conhecimentos de Angola, que tem percorrido em todos os sentidos que em viagens profissionais que no exercício de outras actividades, observado os múltiplos aspectos económicos, sociais, demográficos, paisagísticos, etc - dá este livros amplo testemunho, que o leitor certamente avaliará com justeza."



Preço: €60,00.

Portugal & Ultramar - 'HISTÓRIAS SECRETAS DA PIDE/DGS', de Bruno Oliveira Santos (Lisboa 2000) - Raro




Ultramar - Histórias da PIDE/DGS contadas por alguns dos seus intervenientes


'HISTÓRIAS SECRETAS DA PIDE/DGS'
De Bruno Oliveira Santos
Edição Nova Arrancada
Lisboa 2000


Livro com 168 páginas, em muito bom estado de conservação (como novo).
De difícil localização.
Raro

Destaque para algumas situações relacionadas com a guerra colonial e contadas por alguns dos seus intervenientes, nomeadamente sobre a criação dos GE's e FLECHAS e a sua actividade.

Depoimentos de Cunha Passo, Abílio Pires, Óscar Cardoso e Diogo Albuquerque, membros preponderantes e activos da PIDE/DGS em Portugal e no Ultramar.


Do ÍNDICE:
1. - Introdução;
2. - A ORGANIZAÇÃO DA PIDE/DGS;
Entrevistas de Cunha Passo, Abílio Pires e Óscar Cardoso.
3. - DAS ELEIÇÕES DE 1968 À MORTE DE DELGADO;
Entrevistas de Abílio Pires e Óscar Cardoso.
4. - A GUERRA DE ÁFRICA;
Entrevistas de Abílio Pires e Óscar Cardoso.
5. - O TERRORISMO DE ESQUERDA;
Entrevistas de Abílio Pires e Óscar Cardoso.
6. - O GOLPE DE 25 DE ABRIL;
Entrevistas de Cunha Passo, Abílio Pires, Óscar Cardoso e Diogo Albuquerque.
- Bibliografia consultada;
- Notas biográficas.



Preço: €35,00.

Portugal & Estado novo - 'SERVI A PÁTRIA E ACREDITEI NO REGIME', de António Rosa Casaco - Lisboa 2003 - Muito raro




Portugal - As memórias e histórias do último director da PIDE/DGS


'SERVI A PÁTRIA E ACREDITEI NO REGIME'
De António Rosa Casaco
Edição do autor
Lisboa, 2003


Livro com 418 páginas, muito ilustrado e em muito bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
Muito raro.


Da badana, sobre o livro:
"O autor, com esta sua obra, escrita em forma de relato, baseada na verdade e em factos autênticos, por deles ter tido conhecimento directo, deseja prestar, para a História contemporânea portuguesa, os esclarecimentos necessários, extraídos e baseados na sua vida político-profissional, na qual pretende desfazer a fábula sobre determinados mitos, nascidos com a revolução de 25 de Abril de 1974.
Esses mitos, que são diversos, estão referidos, alguns subjectivamente, nesta obra e que têm sido aceites pela sociedade portuguesa, depois daquela revolução, como autênticos e verdadeiros. O autor revela que não é assim !"



Do ÍNDICE:
PREFÁCIO E FRAGMENTOS DA VIDA PROFISSIONAL DO AUTOR.

I - UM PREFÁCIO À LAIA DE DESABAFO.

II - PERCURSO DE VIDA

III - PERSEGUIÇÕES

IV - REFLEXÕES

V - EPÍLOGO

VI - DOCUMENTAÇÃO JURÍDICA



Preço: €45,00.

Ultramar & Estado novo - 'O BANDO DE ARGEL - RESPONSABILIDADES NA DESCOLONIZAÇÃO', de Patricia McGowan - Lisboa 1979 - RARO




Descolonização - As divergências na oposição e nos guerrilheiros


'O BANDO DE ARGEL - RESPONSABILIDADES NA DESCOLONIZAÇÃO'
De Patricia McGowan
Editorial Intervenção
Lisboa 1979


Livro ilustrado e em bom estado de conservação.

A autora, membro da oposição democrática ao regime de Salazar e Marcello Caetano, recolheu informações sobre as divergências entre a oposição portuguesa e mesmo entre os líderes dos diversos movimentos guerrilheiros de Angola e Moçambique.

Um livro raro sobre uma temática ainda hoje muito polémica e quase tabu.


Preço: €40,00.

'PARÁBOLA DO CÁGADO VELHO', Pepetela (2010)


Angola - A literatura moderna angolana


'PARÁBOLA DO CÁGADO VELHO'
De Pepetela (Artur Carlos Maurício Pestana)
Colecção Autores Lusófonos
Publicações Dom Quixote
Lisboa, 2010


Livro com 192 páginas e como novo.

BREVE BIOGRAFIA:
O autor nasceu em Benguela, Angola, em 1941.
Tirou a licenciatura em Sociologia em Argel, e além de escritor foi guerrilheiro do MPLA em Angola. Exerceu a profissdão de professor na Universidade de Angola e foi membro da Comissão Directiva da União dos Escritores Angolanos.
Foi galardoado com o Prémio Camões em 1997.


Preço: €10,00.

Moçambique & Guerra Colonial - 'ESTABELECER O PODER POPULAR PARA SERVIR AS MASSAS', de Samora Machel - Lisboa 1974 - Muito Raro




Moçambique & Guerra Colonial - A ideologia e estratégia política de Samora Machel para a FRELIMO


'ESTABELECER O PODER POPULAR PARA SERVIR AS MASSAS'
De Samora Machel
Edição CIDAC
Lisboa, 1974


Livro em bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
Muito raro.


Preço: €17,50.

Moçambique & Guerra Colonial - 'POESIA DE COMBATE' (Edição FRELIMO) - Lisboa 1974 - RARO




Moçambique - As poesias escritas por militantes e guerrilheiros da FRELIMO


'POESIA DE COMBATE'
FRELIMO
Ed. Literatura Nova
Lisboa, 1974


Livro raro e em bom estado de conservação.


Preço: €12,50.

Descolonização - 'ANGOLA RUMO À INDEPENDÊNCIA - O GOVERNO DE TRANSIÇÃO (Documentos e personalidades)' de Carmo Vaz e Valdemar Adaixo (dir.) - Luanda 1975 - Muito raro




Angola - As personalidades e os documentos da independência


'ANGOLA RUMO À INDEPENDÊNCIA - O GOVERNO DE TRANSIÇÃO (Documentos e personalidades)'
Direcção de Carmo Vaz e Valdemar Adaixo
Ministério da Informação de Angola
Luanda, 1975


Livro com 212 páginas, ilustrado e em bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
Muito raro.

Trata-se de um dos mais importantes livros/documentos sobre a transição do estatuto de província ultramarina para país independente, na sequência do acordado no Alvor em Janeiro de 1975, entre Portugal e os três movimentos de libertação angolanos: FNLA, MPLA e UNITA.

Assim, destaque para os seguintes documentos e secções:

1. PROTOCOLOS PRÉVIOS DE KINSHASA E LUSO - texto do comunicado conjunto UNITA-FNLA;
Comunicado comum entre o MPLA e a UNITA;
2. O ACORDO DE MONBAÇA - Acordo entre o MPLA e a FNLA;
Declaração comum de princípios dos três movimentos;
Comunicado conjunto final;
Palavras de Jomo Keniatta;
3. A CIMEIRA DO ALVOR - As delegações que participaram na cimeira;
PORTUGAL - Composição e fotografias;
FNLA - Composição e fotografias;
MPLA - Composição e fotografias;
UNITA - Composição e fotografias;
Declaração do primeiro-ministro português sobre o Acordo do Alvor;
O ACORDO DO ALVOR - Texto integral em português, inglês e francês;
Discurso proferido no encerramento da cimeira de Alvor pelo Presidente do MPLA, Dr. Agostinho Neto;
4. O GOVERNO DE TRANSIÇÃO - Discurso do ministro Almeida Santos na tomada de posse do Alto-Comissário português;
Termos de posse dos membros do governo de transição;
Discruso do Alto-Comissário português na tomada de posse do governo de transição;
Discurso do representante da FNLA, Dr. Johnny Eduardo;
Mensagem do Ministro da Informação, Dr. Manuel Rui Monteiro, ao povo angolano;
Biografias dos presidentes dos movimentos de libertação:
- Holden Roberto;
- Agostinho Neto;
- Jonas Savimbi;
Organigrama do governo de transição;
5. O GOVERNO DE TRANSIÇÃO - Personalidades que o integram;
Biografias e fotografias de todos os ministros;
Comissão Nacional de Defesa;
Biografias e fotografias de todos os membros.

O livro é predominantemente em português, tendo resumos em inglês e francês.


Preço: €75,00.

Moçambique & Guerra colonial - 'MENINO CANDULO, SENHOR COMANDANTE... ', de Guilherme de Melo (Lourenço Marques 1974) - MUITO RARO




Moçambique - A guerra colonial como trauma das crianças


'MENINO CANDULO, SENHOR COMANDANTE... '
De Guilherme de Melo
Edição Empresa Moderna
Lourenço Marques, 1974


Livro com 48 páginas, ilustrado e em bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
MUITO RARO.


O livro, dirigido às crianças, tem uma linguagem crua sobre a guerra e o conflito que opôs o exército português e a FRELIMO.

Guilherme de Melo relata a odisseia de um grupo de crianças que são raptadas por um contingente de guerrilheiros e levadas para a Tanzânia.

Ali são alvo de educação política - lavagem ao cérebro, em que o comissário político lhes incute que os portugueses não são bons. As crianças não acreditam, porque no dia a dia verificavam que as autoridades as protegiam.

Decidem fugir e são recuperadas por uma patrulha militar portuguesa que os transporta até à sua aldeia.

É um clássico da guerra colonial, com uma linguagem crítica contra a FRELIMO, plano que o autor sempre adoptou, até ao final da presença portuguesa naquela antiga colónia.

Desenhos excepcionais.


Preço: €60,00.

Revista 'ULTRAMAR', n.º 1, Julho/Setembro de 1960 - MUITO RARA




Ultramar - Revista especializada e com colaboradores de renome


Revista 'ULTRAMAR', n.º 01, de Julho/Setembro de 1960
Editada em Lisboa.

Com 104 páginas e em muito bom estado de conservação.
De difícil localização.
MUITO RARA.


Temas em destaque:
- Introdução - De Baltazar Rebelo de Sousa; E Raul Pereira de Castro;
- A PERSONALIDADE DO INFANTE D. HENRIQUE, por A. da Silva Rego;
- O PROBLEMA DA ARGÉLIA, por Pedro Correia Marques;
- A INDEPENDÊNCIA DO CONGO BELGA, por Luis Filipe de Oliveira e Castro;
- O PROBLEMA DAS TRANSFERÊNCIAS DE ANGOLA, por Henrique Cabrita;
- O CHICOTE, ALAVANCA DA CIVILIZAÇÃO, por Dutra Faria;
- IMPÉRIO SOMOS, IMPÉRIOS TEMOS DE SER, por Henrique de Paiva Couceiro;
- A CAMPANHA DE 1895, por António Ennes;
- Noticiário;



Preço: €15,00.

Ultramar & Moçambique - 'LOURENÇO MARQUES', 1920 (?) - MUTIO RARO




Moçambique - Lourenço Marques do ponto de vista turístico e histórico


'LOURENÇO MARQUES'
Roteiro turístico da cidade e arredores
1920(?)

Com 48 páginas, muito ilustrado e em bom estado de conservação. Impresso na África do sul.
De muito difícil localização.
MUITO RARO.

Profusamente ilustrado, com fotografias da cidade e arredores (mais de uma centena), excepcionais e com paisagens completamente desconhecidas dadas as alterações e evolução da urbe e das diversas vias de comunicaçõ ao longo das décadas seguintes.


Preço: €47,50.

Moçambique - 'DATAS E DOCUMENTOS DA HISTÓRIA DA FRELIMO', João Reis e Armando Pedro Muiane (coord.) - Maputo 1975 - MUITO RARO




Moçambique - A história da FRELIMO desde o início da luta armada até à independência


'DATAS E DOCUMENTOS DA HISTÓRIA DA FRELIMO'
Coordenação de João Reis e Armando Pedro Muiane
Maputo, 1975


Livro com 608 páginas e ilustrado, em bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
Muito raro.


Preço: €90,00.

Revista 'O SÉCULO ILUSTRADO', n.º 1603, de 05.10.1968


Portugal - Revista de notícias e reportagens nacionais


Revista 'O SÉCULO ILUSTRADO', n.º 1603, de 05 de Outubro de 1968


O Chefe de Estado com o Prof. Marcello Caetano.

Em bom estado de conservação.


Preço: €15,00.

Ultramar - 'A ÁFRICA E AS LIÇÕES DA EXPERIÊNCIA COMUNISTA', de Branko Lazitch - Lisboa 1962 - Raro




Ultramar - A experiência comunista internacional e em África


'A ÁFRICA E AS LIÇÕES DA EXPERIÊNCIA COMUNISTA'
De Branko Lazitch
Edição do Centro de Actividades Económicas de Angola
Lisboa, 1962


Livro com 190 páginas e em bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
Muito raro.


Preço: €30,00.

África - 'CULTURA E REVOLUÇÃO EM ANGOLA', de Leonel Cosme - Lisboa 1980




Angola - A cultura e a revolução analisadas por um profundo conhecedor


'CULTURA E REVOLUÇÃO EM ANGOLA'
De Leonel Cosme
Edição Afrontamento
Lisboa, 1980


Livro em bom estado de conservação.


Preço: €15,00.

Moçambique & Guerra colonial - 'CAPITAL MUEDA', de Jorge Ribeiro - Lisboa 2003




Moçambique - A guerra colonial na zona mais perigosa de combates


'CAPITAL MUEDA'
De Jorge Ribeiro
Edição Campo das Letras
Lisboa, 2003


Livro com 168 páginas, ilustrado e como novo.

O autor relata as suas experiências pessoais, com um tom crítico das chefias e da hierarquia militar então vigente.

Realce também para um interessante e vasto glossário sobre Moçambique e a guerra.


Preço: €27,50.

Revista 'FLAMA', n.º 1402, de 17.01.1975 - 'ANGOLA - A Independência por um fio'




Angola - O Acordo de Alvor - A independência desta ex-província ultramarina


Revista 'FLAMA', n.º 1402, de 17 de Janeiro de 1975


A revista insere uma importante e completa reportagem histórica sobre o Acordo do Alvor, assinado por Portugal e pelos movimentos de libertação angolanos, FNLA, MPLA e UNITA.

Além dos textos, da chegada ao Algarve dos dirigentes dos movimentos, realce para as fotografias e a identidade de todos os membros das delegações dos movimentos.

Revista em bom estado geral. Apresenta contudo a capa com alguns riscos e uma das páginas interiores também riscada, sem prejudicar no entanto a leitura dos principais artigos e o seu valor histórico.


Preço: €7,50.

Ultramar & Descolonização - Revista 'FLAMA', n.º 1383, de 06.09.1974 ('GUINÉ-BISSAU - A POLÍTICA VENCEU A GUERRA') - Muito rara




Ultramar & Descolonização - O novo país e os novos dirigentes após a independência


Revista 'FLAMA', n.º 1383, de 06 de Setembro de 1974
('GUINÉ-BISSAU - A POLÍTICA VENCEU A GUERRA')


Editada em Lisboa e muito ilustrada.
Revista em bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
MUITO RARA.


Com uma importante e vasta reportagem dedicada ao novo país e ao PAIGC.
- 'GUINÉ-BISSAU - A POLÍTICA VENCEU A GUERRA'


Preço: €15,00.

Revista 'O SÉCULO ILUSTRADO', n.º 1914, de 14.09.1974




Ultramar - A descolonização das ex-colónias africanas de Portugal


Revista 'O SÉCULO ILUSTRADO', n.º 1914, de 14 de Setembro de 1974


Guiné - O PAIGC e a independência.

Moçambique - Depois do Acordo de Lusaka.

Angola - Com o MPLA na àreas libertadas de Cabinda.

Revista em muito bom estado de conservação.


Preço: €15,00.

Revista 'O SÉCULO ILUSTRADO', n.º 1927, de 14.12.1974


Moçambique - A descolonização desta antiga colónia portuguesa


Revista 'O SÉCULO ILUSTRADO', n.º 1927, de 14 de Dezembro de 1974


Importante e histórica entrevista do Almirante Vítor Crespo, Alto-Comissário de Portugal em Moçambique para a descolonização entre 1974 e 1975.

Em bom estado de conservação.


Preço: €10,00.

Angola & Cabinda - Revista 'NOTÍCIA', n.º 376, de 18.02.1967 ('Comemorações do Tratado de Simulambuco')




Angola - Revista de grande qualidade e diversidade editada em Luanda


Revista 'NOTÍCIA', n.º 376, de 18.02.1967.
('Comemorações do Tratado de Simulambuco')

Editada em Luanda, muito ilustrada e em muito bom estado de conservação.

De muito difícil localização.
Muito rara.


Temas em destaque:
- Comemorações do Tratado de Simulambuco (Reportagem fotográfica do acontecimento).
- Exército português em Angola (Além da guerra, os militares fazem serviços preventivos de saúde às populações).



Preço: €15,00.

Angola - Revista 'NOTÍCIA', n.º 583, de 06.02.1971 ('Marcelino dos Santos com Mao-Sté-tung)- Muito rara




Angola - Revista editada em Luanda com muita informação


Revista 'NOTÍCIA', n.º 583, de 06.02.1971
Mao Sté-Tung com Marcelino dos Santos da FRELIMO.

Editada em Luanda, muito ilustrada e em muito bom estado de conservação.


Destaque para a audiência concedida pelo líder chinês, secretário-geral do PCC, ao membro da FRELIMO, Marcelino dos Santos da FRELIMO.


Preço: €12,50.

Angola - 'IDEÁRIO E ESTRUTURA' - Edição UNITA - Luanda 1975 - MUITO RARO




Angola - A organização e a estrutura política administrativa deste movimento guerrilheiro


'IDEÁRIO E ESTRUTURA'
UNITA
Angola, 1975



Este pequeno documento tem a transcrição da ideologia e estrutura da UNITA, um dos movimentos que lutou contra Portugal na guerra colonial pela independência desta antiga colónia.

Trata-se de um documento muito raro e muito importante para a história recente de Angola.

Tem na abertura uma rara fotografia do líder da UNITA, Jonas Malheiro Savimbi.

É muito procurado dada a sua raridade.


Peço: €75,00.

Ultramar - 'FIDELIDADE AOS PRINCÍPIOS', de J. M. Silva Cunha - Lisboa 1969 - RARO




Ultramar - A política ultramarina pela escrita de um dos principais ministros do Estado Novo


'FIDELIDADE AOS PRINCÍPIOS'
De J. M. Silva Cunha
Edição da Agência-Geral do Ultramar
Lisboa, 1969


Livro com 404 páginas e em bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
RARO.


Preço: €25,00.

Portugal & PREC - 'A BURLA DO 28 DE SETEMBRO', de António Maria Pereira (1976)




Portugal - Do interior da revolução em Portugal para a descolonização


'A BURLA DO 28 DE SETEMBRO'
De António Maria Pereira
Livraria Bertrand
Lisboa, 1976


Livro com 320 páginas e em bom estado de conservação.

O relato dos acontecimentos por um dos elementos que se viu envolvido nas andanças de uma 'manifestação' que pretendia apoiar o então Presidente da República, General antónio de Spínola.

Destaque para um capítulo com a transcrição de documentos oriundos do Gen. Spínola e relativamente à descolonização de Angola e às relações com o MPLA e a FNLA e do Zaire com o movimento liderado por Holden Roberto.


Preço: €20,00.

Guerra colonial & Descolonização - 'SOBRE A SITUAÇÃO EM CABO VERDE' (PAIGC) - Lisboa 1974 - RARO




Cabo Verde - Relatório do PAIGC sobre a situação do arquipélago e sobre a descolonização


'SOBRE A SITUAÇÃO EM CABO VERDE'
PAIGC
Edição Sá da Costa
Lisboa, 1974


Livro com 54 páginas e em bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
RARO.


Preço: €17,50.

Portugal & Ultramar - 'ANTÓNIO DE SPÍNOLA - O HOMEM', de Carlos Alexandre de Morais - Lisboa 2004




Guerra colonial - A acção do general na guerra colonial e na política


'ANTÓNIO DE SPÍNOLA - O HOMEM'
De Carlos Alexandre de Morais
Editorial Estampa
Lisboa 2004


Livro como novo.


Preço: €22,50.

'O PROBLEMA DA GUINÉ', António de Spínola (1970)


Guiné-Bissau - Spínola na guerra colonial


'O PROBLEMA DA GUINÉ'
De António de Spínola
Agência-Geral do Ultramar
Lisboa, 1970


Livro em bom estado de conservação.


Preço: €20,00.

Revista 'NOTÍCIA', n.º 276, de 20.03.1965


Angola - Revista editada em Luanda, com temas de Angola e diversos


Revista 'NOTÍCIA', n.º 276, de 20.03.1965


Em bom estado de conservação.


Preço: €12,50. - VENDIDO

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Ultramar - 'CAMINHOS - VIDA E PAIXÃO DE UM MOTORISTA DE ANGOLA', de Reis Ventura - Braga 1965 - RARO




Angola - A vida dos portugueses na antiga colónia do Atlântico


'CAMINHOS - VIDA E PAIXÃO DE UM MOTORISTA DE ANGOLA'
De Reis Ventura
Editora Pax
Braga, 1965


Livro com 248 páginas e em muito bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
Raro.


Preço: €35,00.

'MONAMO - MOVIMENTO NACIONALISTA MOÇAMBICANO - RAZÃO DA LUTA' (1979)


Moçambique - A resistência contra o regime de Samora Machel e Frelimo


'MONAMO - MOVIMENTO NACIONALISTA MOÇAMBICANO - RAZÃO DA LUTA'
MONAMO
Lisboa, 1979


Livro com 132 páginas e em bom estado de conservação.

Manifesto político do MONAMO, com outros documentos da resistência contra a ditadura da FRELIMO em Moçambique.

Organização política criada após o 25 de Abril de 1974 e ilegalizada e perseguida pelo regime de Samora Machel, e liderada por Máximo Dias.

Documento muito raro.


Preço: €25,00.

Ultramar & colonialismo - 'ERA UMA VEZ... MOÇAMBIQUE', Curado da Gama - Lisboa 2004 - RARO




Moçambique & Colonialismo - O país, as cidades, os monumentos e as suas gentes antes da independência


'ERA UMA VEZ... MOÇAMBIQUE'
De Curado da Gama
Edição Quimera
Lisboa, 2004


Livro com 160 páginas, muito ilustrado, de grandes dimensões e como novo.
De difícil localização.
RARO.
´

Com excelentes fotografias do autor, do período anterior à independência. A PHOTOBOOK.


Preço: €60,00.

Guerra & Paraquedistas - 'ANJOS PARA O INFERNO', de Fernando Melim - Viana do Castelo 1970 - MUITO RARO



Guerra - A acção dos pára-quedistas


'ANJOS PARA O INFERNO'
De Fernando Melim
Edição de Autor
Viana do Castelo 1970


Livro com 476 páginas e em bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
MUITO RARO.

O autor que participou na guerra colonial em Angola, entre 1963-65 como paraquedista, aborda a acção destes militares na 'Operação gafanhoto' e o livro insere-se no testemunho de um ex-páraquedista.


Preço: €32,50.

Portugal & Revolução - '25 DE ABRIL - O RENASCER DA ESPERANÇA' - Lisboa 1999 - Raro




Portugal - A revolução de 25 de Abril de 1974 e a guerra colonial em banda desenhada


'25 DE ABRIL - O RENASCER DA ESPERANÇA'
1999


Livro de banda desenhada com 48 páginas, como novo.
De difícil localização.
Raro.


Preço: €15,00.

Portugal - 'CONTOS PROIBIDOS - MEMÓRIAS DE UM PS DESCONHECIDO', de Rui Mateus - Lisboa 1996 - Muito raro




Portugal - Um dos fundadores do PS denuncia a sua antiga formação política


'CONTOS PROIBIDOS - MEMÓRIAS DE UM PS DESCONHECIDO'
De Rui Mateus
Edição Dom Quixote
Lisboa, 1996


Livro com 457 páginas e ilustrado. Em bom estado de conservação.
De muito difícil localização.

LIVRO MUITO PROCURADO E MUITO RARO.


Da autoria de Rui Mateus (Fundador e destacado dirigente do PS), o livro relata os processos e formas usadas por Mário Soares e os socialistas para conseguirem o financiamento das suas actividades.

As conivências entre o partido e sectores do estado e membros da administração pública, as relações mantidas entre o PS e as grandes empresas e a existência de uma teia de tráfico de influências, denunciadas pelo seu autor e devidamente documentadas, que nunca chegaram à Justiça.

Livro esgotado e de muito difícil localização, tem 457 páginas, divididas em dez capítulos e 47 anexos. Realce para inúmeros documentos e fotografias inseridas na obra.


Da contra-capa:
"Para além da ausência de regras que permitam, pela via individual, o acesso do cidadão à actividade política, não existem regras idóneas de financiamento dos partidos nem de transparência para os políticos. Um pouco à semelhança dos 'pilares morais' do regime, a Maçonaria e a Opus dei, tudo se decide às escondidas, como se o direito dos cidadãos à informação completa e rigorosa de como são financiadas as suas instituições e dos rendimentos dos seus governantes e dos seus magistrados se tratasse de algo suspeito, de algo subversivo."
Rui Mateus



Do ÍNDICE:
- INTRODUÇÃO - Do 'Triunfo da política' ao 'Estado dos Juízes';

Capítulo I
- 'Os anos da inocência' (1944-1974);

Capítulo II
- 'Enfrentar as realidades' (1974-1975)

Capítulo III
- 'A Europa (e a América) connosco !' (1975-1976);

Capítulo IV
- 'Os Governos do nosso descontentamento' (1976-1978);

Capítulo V
- 'Os anos da crise' (1978-1981);

Capítulo VI
- Reviver o passado em S. Bento' (1981-1985);

Capítulo VII
- 'No tempo em que Deus foi laico, republicano e socialista !' (1985-1986);

Capítulo VIII
- 'A Emaudio: um novo desastre na comunicação social' (1986-1990);

Capítulo IX
- 'Uma investigação tipo "INDEPENDENTE" ' (1990);

Capítulo X
- 'No Tribunal do juiz Roy Bean ou da juíza que gostava de ser ministro da justiça ?' (1990-1995);

CONCLUSÃO - 'O mal amado';

- ANEXOS:



RUI FERNANDO PEREIRA MATEUS - (Covilhã, 16 de Abril de 1944)
Foi um político português, actualmente retirado da política, lecciona nos EUA. Em 1996, na sequência do caso do Fax de Macau e do processo judicial relativo, publicou o livro 'CONTOS PROIBIDOS - Memórias de um PS desconhecido', editado pelas Publicações Dom Quixote, Lisboa 1996.

De uma família ligada à indústria de lanifícios, Rui Mateus estudou na Covilhã, frequentando o Colégio Moderno da Covilhã, até 1961, quando obteve uma bolsa de estudos para os Estados Unidos através da American Field Services, para Cedars Rapids no Iowa, onde permaneceu até 1963. Durante a sua estadia conheceu o presidente John F. Kennedy numa recepção a alunos estrangeiros nos jardins da Casa Branca.

Regressado a Portugal, decide exilar-se para fugir à Guerra Colonial; primeiro em Inglaterra, e depois na Suécia, onde se licenciou em Ciências Sociais e Políticas, na Universidade de Lund. Em ambos os países criou e organizou grupos da Acção Socialista.

Em 1973 foi um dos fundadores do PS, criando uma ligação ao PS que iria durar vários anos, durante os quais ocupou vários cargos, sobretudo a nível das relações internacionais.

Foi eleito deputado pelo PS em 1979 pelo distrito de Leiria, e em 1980, 1983 e 1985. Pertenceu a várias comissões, e grupos de trabalho da Internacional Socialista.

Envolvido no Caso do Fax de Macau, abandonou a política.

O seu polémico livro "Contos Proibidos", posto à venda a 27 de Janeiro de 1996, e que desmistificava a imagem de herói nacional que era atribuída a Mário Soares, foi o único livro da história da literatura portuguesa que, curiosamente, esgotou no dia do lançamento. O livro proibido que revela as «façanhas» de Mário Soares e seus acólitos entre as décadas de 70 e 90 do século passado. Este livro, também curiosamente, nunca foi reeditado, embora circule na Internet. Muito se falou de corrupção e tráfico de influências na altura - como muito se fala agora, quase duas décadas depois. Actualmente nada se sabe concretamente sobre o paradeiro ou actividade profissional de Rui Mateus, mas a "censura" ao seu livro demonstra o lado menos democrático dos políticos portugueses.

Há quem afirme que Mateus se auto-marginalizou depois da edição, em 1996, do controverso livro "Contos Proibidos - Memórias de um PS Desconhecido", que, tal como o próprio título sugere, desfere incisivas críticas e acusações ao partido e a muitos dos seus dirigentes, a começar por Mário Soares. Apesar de ter deixado de exercer quaisquer responsabilidade no interior do PS no congresso de 1986, no qual Vítor Constâncio foi eleito secretário-geral, Rui Mateus acabaria por, dez anos mais tarde, cravar, a frio, um punhal no corpo socialista com a publicação de "Contos Proibidos". Muitos não lhe perdoaram.

Ao que parece, existe um acordo tácito para "apagar" Rui Mateus de qualquer evento comemorativo. Alguns dos participantes do congresso fundador de Bad Münstereifel (1973), no qual a Acção Socialista Portuguesa deu lugar ao Partido Socialista, chegaram mesmo a ameaçar que nunca mais compareceriam aos convívios dos fundadores se Rui Mateus fosse convidado. Os avisos surtiram efeito e Rui Mateus foi banido, apesar das justificações que alegam a auto-exclusão. Desconhece-se o paradeiro de Rui Mateus, o autor dos «Contos Proibidos» que, diz-se, teve de fugir para a Suécia sob pena de ver a sua saúde tratada da forma que se imagina.


Ver mais informação aqui:
http://www.sabado.pt/portugal/politica/detalhe/excertos_de_um_livro_maldito_que_faz_anos.html


Preço: 60,00€.

Angola & Guerra Colonial - 'MEMÓRIAS DE UM COMBATENTE', de Joaquim da Silva Sousa - Sintra 2008 - RARO




Angola - A guerra colonial contada por um dos seus participantes


'MEMÓRIAS DE UM COMBATENTE'
De Joaquim da Silva Sousa
Edição Oro Faber
Sintra, 2008


Livro com 240 páginas, ilustrado e novo. Com reduzida edição.
De muito difícil localização.
RARO.


Da contra-capa:
«'MEMÓRIAS DE UM COMBATENTE'

De Joaquim da Silva Sousa
Joaquim da Silva Sousa, nasceu em Fazendas de Almeirim, em 1950, falecendo em Alpedrete, Espanha, em 2007.

A sua estada em Angola como militar deixou-lhe uma grande paixão por aquela terra e simultaneamente profunda amargura por todas as situações ali vividas.

A guerra colonial – Angola – contada em verso e prosa, explicando às gerações mais novas as reais situações vividas na mata, por um homem de invulgar consciência politica e social para a época.

Neste livro, Joaquim da Silva Sousa, conta o modo de viver das populações indígenas, o modus operandi das Forças Armadas Portuguesas, e demonstra um sentido de humanidade muitas vezes arredado dos combatentes que são obrigados a lutar por aquilo que não percebem.

Situações vividas a para e passo, envolvendo o leitor em vários episódios, que de guerra quer de carinho, como o tributo às ‘madrinhas de guerra’, que serviram em muitos casos para dar notícia do que passava na então chamada Metrópole. Este apoio, desconhecido por muitos portugueses que não trilharam o caminho amargo dos soldados em comissão nas várias frentes de guerra, foi para alguns, o único conforto nas situações dramáticas que por lá se viveram e que jamais poderão ser esquecidas.»



Preço: €17,50.

Portugal & Estado Novo - 'MINHAS MEMÓRIAS DE SALAZAR', de Marcello Caetano - Lisboa 1985 - Muito Raro



Portugal - Marcello Caetano fala do seu antecessor na chefia do governo português


'MINHAS MEMÓRIAS DE SALAZAR'
De Marcello Caetano
Edição Verbo
Lisboa, 1985


Livro com 597 páginas e em muito bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
Muito Raro.


Da contra capa:
"Apesar da sua longa carreira pública de 40 anos (ou talvez por isso), Salazar - o político e o homem - é mal conhecido. A lenda deturpa ou oculta sistematicamente a sua pessoa, as suas ideias e a sua obra. Ninguém melhor que Marcello Caetano - seu colaborador durante 30 anos e depois seu sucessor - para traçar o retrato de uma figura complexa como a de Salazar.
Numa linguagem clara e de grande poder comunicativo, o autor descreve nestas memórias o ambiente nacional e internacional em que Salazar agiu, evoca as figuras dos seus principais colaboradores, documenta os grandes lances da política externa que salvaram Portugal da II Guerra Mundial.
Através do seu diário intimo e da sua correspondência com Salazar, revela o autor como ele era exacto e inflexível nos negócios públicos e de extrema sensibilidade nas relações pessoais.
As grandes correntes políticas que se digladiaram na época de Salazar são também aqui analisadas e as divergências e intrigas que se desenvolveram no seio do próprio regime."



Preço: €60,00.