sábado, 2 de julho de 2016

Moçambique & Guerra Colonial - 'MEMÓRIAS DA MINHA GUERRA COLONIAL', de João Matos Lourenço Rosa - Alverca do Ribatejo 2009 - RARO






Moçambique - A experiência do autor, enquanto militar e auxiliar do serviço religiosos no norte de Moçambique


'MEMÓRIAS DA MINHA GUERRA COLONIAL'
De João Matos Lourenço Rosa
Ed autor
Al Ribt 2009


Livro com 142 páginas, ilustrado e como novo. Em muito bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
RARO.



Obra das memórias do autor, com Prefácio de D. Januário Torgal Mendes Ferreira (Bispo das Forças Armadas Portuguesas) enquanto 1.º cabo do Serviço Religioso na zona de Tete, sudeste de Moçambique, Quartel de Furacungo, tendo pertencido ao Batalhão de Caçadores n.º 3.866, entre 1971 e 1974.


Da apresentação:
" 'MEMÓRIAS DA MINHA GUERRA COLONIAL' é o primeiro livro publicado por João Matos Lourenço Rosa.
Consiste numa colectânea ilustrada de 53 episódios por que passou o autor durante a comissão de guerra que cumpriu na antiga colónia portuguesa de Moçambique, entre 1971 e 1974. são histórias do quotidiano de um 1.º Cabo auxiliar do Serviço Religioso que não matou nem foi morto.
a obra constitui o resultado de alguns meses de escrita, a pedido dos filhos do autor, com o objectivo de dar a conhecer aos seus descendentes os receios e as peripécias por que passou em terras africanas, naquela que foi - assim se espera - a última grande guerra levada a cabo por Portugal e que marcou o fim do denominado Império Colonial Português."



Do ÍNDICE:
- PREFÁCIO - D. Januário Torgal Mendes Ferreira;

01. - A ida à inspecção em Pampilhosa da Serra;
02. - Assentar praça em Aveiro;
03. - O juramento de bandeira;
04. - O Regimento de Infantaria n.º 6 do Porto;
05. - A instrução e aperfeiçoamento operacional em Espinho;
06. - A despedida da terra;
07. - Embarque para Moçambique;
08. - Início da Viagem para Moçambique; Incêndio a bordo do 'Niassa';
09. - A escala forçada em Bissau;
10. - Escala em Luanda;
11. - Prossegue a viagem para Moçambique; A dobragem do Cabo;
12. - As tatuagens;
13. - Chagada a Lourenço Marques;
14. - Chagada à cidade da Beira. A viagem ferroviária para Moatize;
15. - Chagada a Moatize. O meu baptismo de voo;
16. - Chegada ao Quartel de Furacungo;
17. - A máquina de escrever e o levantamento de rancho.
18. - A lavagem da roupa;
19. - As fotografias da minha comissão;
20. - A bala perdida de um 'checa' na caserna:
21. - Disciplina militar;
22. - Encomendas da metrópole;
23. - Passagem pela missão Nazareno;
24. - Passagem pelo Baué;
25. - João o 'catequista';
26. - Regresso ao quartel;
27. - Os primeiros problemas de sono;
28. - Regresso a Tete;
29. - Ida para Nampula;
30. - A minha madrinha de guerra;
31. - Novo regresso ao furacungo;
32. - O quotidiano no Furacungo;
33. - A recuperação do posto de 1.º Cabo;
34. -
35. -
36. -
37. -
38. - Mais recordações de Nampula;
39. - Férias da guerra na Beira. Um encontro com a PIDE me Tete;
40. - 'África grande bruta';
41. - De volta ao quartel. 'Comandante, queremos pinar!';
42. - Terceiro Natal. A visita do movimento Nacional Feminino;
43. - Mensagens de Natal televisivas;
44. - Um ataque ao quartel;
45. - A criação do grupo de combate;
46. - A atribuição das medalhas;
47. - A simulação de um ataque ao quartel;
48. - Continuação dos meus problemas de sono;
49. - A agressão do 'Leiria';
50. - O fim da nossa comissão. Cenas de despedida do Furacungo;
51. - A despedida da família em África;
52. - Embarque no avião e escala em Luanda;
53. - Chegada à metrópole;
-



Preço: 0,00€; (Indisponível)

Sem comentários:

Enviar um comentário

APÓS A SUA MENSAGEM INDIQUE O SEU E-MAIL E CONTACTO TELEFÓNICO
After your message, please leave your e-mail address or other contact.