quarta-feira, 3 de maio de 2017

Angola - MPLA & UNITA - 'A GUERRA CIVIL EM ANGOLA 1975-2002', de Justin Pearce - Lisboa 2017



Angola - MPLA & UNITA - Uma grande investigação do jornalista britânico sobre a guerra civil e a sociedade angolana de 1975 a 2002


'A GUERRA CIVIL EM ANGOLA 1975-2002'
De Justin Pearce
Edição tinta da China
Lisboa 2017


Livro com 296 páginas, como novo. Em excelente estado de conservação.


SINOPSE
"A primeira grande investigação sobre a guerra civil angolana, desde 1975 até ao final do conflito, em 2002. Depois da independência, em 1975, acabada de sair da guerra colonial, Angola ficou dividida por um conflito interno que havia de durar mais de um quarto de século e que define os contornos do poder político angolano até à actualidade. A guerra civil teve de um lado a UNITA - associada aos EUA, à África do Sul do apartheid, e ao mundo rural da região central -, e do outro lado o MPLA - identificado com a União Soviética, Cuba e um universo urbano.

No meio ficou sempre a população, verdadeira protagonista deste livro. A partir de centenas de entrevistas com agricultores, professores, militares, membros dos partidos e muitos outros, e sem tomar partido, Justin Pearce reconstituiu a vertente humana da mais mortífera e longa guerra civil africana, apresentando um retrato inédito da relação do povo angolano com os movimentos políticos, da sua percepção sobre o que estava em jogo, das suas estratégias de sobrevivência e da definição de uma identidade política ainda hoje afectada pela desinformação, manipulação e, sobretudo, pelo medo. Com prefácio inédito de Rafael Marques, autor do livro diamantes de sangue."



Da badana:
"Este livro é excepcional. O melhor estudo que existe sobre as alianças políticas durante a guerra civil angolana, uma das mais longas e mortíferas de África, assim como uma das menos compreendidas: um contributo imcomparável para o estudo das noções de conflito, construção de nação, e formação de identidade no pós Guerra-fria."
- Ricardo Soares de Oliveira - Universidade de Oxford, autor de 'MAGNÍFICA E MISERÁVEL ANGOLA DESDE A GUERRA CIVIL'.

"O legado da guerra está patente, não apenas na persistência de um conceito partidário de nacionalismo que liga o interesse nacional à incumbência de um determinado partido. O memorialismo selectivo da guerra e suas consequências, da luta anticolonial à guerra civil e ao término desta, está também na base das reivindicações à legitimidade por parte do MPLA. Esta imposição de uma versão específica da memória pública é assegurada pelo controlo dos meios de comunicação social pelo estado, nas cidades, e pela integração das autoridades tradicionais, nos meios rurais."
- Justin Pearce.



Da contra-capa:
"A PRIMEIRA GRANDE INVESTIGAÇÃO SOBRE A GUERRA CIVIL ANGOLANA

Depois da independência, Angola ficou dividida por um conflito interno que havia de durar mais de um quarto de século e que veio a definir os contornos do poder político angolano até à actualidade.

A guerra civil teve de um lado a UNITA, do outro lado o MPLA, mas no meio ficou sempre a população, verdadeira protagonista deste livro. A partir de centenas de entrevistas, e sem tomar partido, Justin Pearce reconstitui a vertente humana da mais mortífera e longa guerra civil africana, apresentando um retrato inédito das estratégias de sobrevivência do povo angolano, da sua percepção do conflito e da definição de uma identidade política ainda hoje afectada pela desinformação, manipulação e, sobretudo pelo medo."

*************************************************************************************************************
- "Ao invés de entrevistar apenas generais e políticos e de os questionar sobre a guerra, Pearce fala com os camponeses, os aldeãos, os professores e os meros militantes partidários, e procura compreender de que forma é que os angolanos se integraram em movimentos políticos rivais, e como é que a militância partidária determinou os seus actos e a sua vida."

- Rafael Marques - In PREFÁCIO



Do ÍNDICE:
- PREFÁCIO - Por Rafael Marques;
- NOTA sobre as fontes anónimas;
- Agradecimentos;

INTRODUÇÃO;
- Angola e a natureza da pertença política;
- Imaginar o Estado;
- O problema da identidade;
- Fontes e metodologia;
- Onde, o quê e quando;
1. - A MOBILIZAÇÃO ANTICOLONIAL E O ÊXODO DOS PORTUGUESES;
- Domínio colonial, nacionalismo e resistência;
- Golpe de Estado em Portugal;
- Angola depois do golpe;
- Conclusão;
2. - A UNITA, 1975-1976: DAS CIDADES À 'LONGA MARCHA';
- A partida do Huambo e a 'Longa marcha';
- Conclusão;
3. - O MPLA E A CONSTRUÇÃO DO ESTADO URBANO;
- As organizações de massa e a formação política;
- O serviço militar;
- conclusão;
4. - MIGRAÇÃO, REALOJAMENTO E IDENTIDADE;
- Conclusão;
5. - A UNITA NO PLANALTO CENTRAL, 1976-1991;
- A formação políticas das bases;
- Conclusão;
6. - A UNITA NA JAMBA;
- A formação política na Jamba;
- Organização social e governação sustentada pelo medo;
- O serviço militar;
- Ligações externas e ideologias importadas;
- Conclusão;
7. - A GUERRA DAS CIDADES;
- O Huambo;
- O Cuíto;
- Conclusão;
8. - OS ÚLTIMOS REDUTOS DA UNITA;
- A missão;
- As aldeias;
- Fuga e rendição;
- Conclusão;
9. - OS ACORDOS DE LUENA E A POLÍTICA ACTUAL;

CONCLUSÃO;

- NOTAS;
- ÍNDICE REMISSIVO;



Justin Pearce;
É professor de Política e Estudos Internacionais na Universidade de Cambridge (St. John’s College). Doutorou-se na Universidade de Oxford com uma investigação sobre a guerra civil angolana (2011) e fez o pós-doutoramento na Universidade de Londres. Foi jornalista na África do Sul, no Reino Unido e em Angola. Publica regularmente artigos em revistas como a African Affairs e o Journal of Southern African Studies. Este livro foi publicado originalmente pela Cambridge University Press (2015).


Preço: 25,00€;

Sem comentários:

Enviar um comentário

APÓS A SUA MENSAGEM INDIQUE O SEU E-MAIL E CONTACTO TELEFÓNICO
After your message, please leave your e-mail address or other contact.