domingo, 12 de junho de 2016

Timor & Ultramar - 'A ÚLTIMA REVOLTA EM TIMOR', de Jaime do Inso - Lisboa 2004



Timor & Ultramar - A resistência timorense anti-colonial na revolta de 1912 contra a administração portuguesa.


'A ÚLTIMA REVOLTA EM TIMOR'
De Jaime do Inso
Edição Dinossauro
Lisboa 2004


Livro com 174 páginas, como novo. Em excelentes estado de conservação.


Da contra-capa:
"Jaime Correia do Inso (1880-1967), natural de Nisa, foi oficial da Armada, escritor e conferencista. No exercício da sua profissão percorreu o mundo, tendo deixado diversas obras sobre temas do Oriente.
Neste livro, relata com fidelidade o que observou durante a revolta de 1912. Reconhece que o levantamento foi provocado por exigências arbitrárias, humilhações e violências da parte da administração portuguesa. Descreve a repressão implacável dos revoltosos e a sua resistência desesperada, deixando-se morrer de fome e de sede, refugiados em cavernas, para não se renderem. Mostra como as autoridades coloniais exploravam as rivalidades entre os vários reinos da ilha para lançar os timorenses uns contra os outros.
E pinta um quadro terrível da 'obra civilizadora' portuguesa quando relata a passagem nas ruas de Dili das 'levas de prisioneiros, esqueléticos, mirrados, quase que a largarem a vida, mal podendo arrastar o peso das algemas', 'amontoados aos cenros na cadeia, onde chagavam a morrer quinze por dia'."



Do ÍNDICE:
- Introdução;

I. - A caminho de Timor;
II. - A chegada a Dili;
III. - Os primeiros embates da revoltas;
IV. - Começa a cooperação da 'Pátria';
V. - Iniciam-se as operações;
VI. - A 'Pátria' em Ocussi;
VII. - Os bastidores da revolta;
VIII. - Sequência das operações;
IX. - A 'Pátria' em Betano;
X. - Em Baucau;
XI. - A ofensiva conta Kelikai;
XII. - O último reduto e a última missão da 'Pátria';
XIII. - O regresso a Macau;



OUTRAS OBRAS DO AUTOR:
- 'VISÕES DA CHINA' (1933);
- 'CHINA' - Edições Europa (Lisboa 1936);
- 'TIMOR 1912' - Edições Cosmos - Lisboa 1939;
- 'CENAS DA VIDA DE MACAU' - Edição do Instituto de Macau;
- 'O CAMINHO DO ORIENTE' - edição Instituo Cultural de Macau (1996) - 2.º edição;



JAIME DO INSO (1880 - 1967):
Jaime do Inso foi um oficial da marinha Portuguesa que serviu em Macau e participou na pacificação de Timor em 1912. Era membro da geração de orientalistas portugueses que integrava nomes como Wenceslau de Moraes, com quem manteve uma correspondência, Alberto Osório de Castro e Camilo Pessanha, e escreveu vários livros e opúsculos sobre a China e Macau.


Preço: 35,00€

Sem comentários:

Enviar um comentário

APÓS A SUA MENSAGEM INDIQUE O SEU E-MAIL E CONTACTO TELEFÓNICO
After your message, please leave your e-mail address or other contact.