segunda-feira, 18 de abril de 2016

Portugal & Poesia - 'OS OLHOS E O SILÊNCIO', de Vasco de Lima Couto - Porto 1952 (ASSINADO) - MUITO RARO



Portugal & Poesia - De um dos mais consagrados poetas modernos portugueses


'OS OLHOS E O SILÊNCIO'
De Vasco de Lima Couto
Edição de autor
Porto 1952


Livro com 52 páginas e em muito bom estado de conservação.

De muito difícil localização.
MUITO RARO.


Da dedicatória (escrita na capa do livro!), manuscrita pelo autor ao proprietário do livro:
"Os homens sabem que a morte vem a cada passo, por isso inventam um Deus sem tempo nem espaço.
Vasco de Lima Couto"



Do ÍNDICE:
- 'Purinha sombra';
- 'Edital';
- 'Cantiga de Amor';
- 'Cançoneta da noite infiel';
- 'Primeira carta';
- 'Canção da quase esperança';
- 'Do amor da tarde veio este poema';
- 'Segunda carta';
- 'Apontamento';
- 'Canto para o teu paganismo';
- 'A canção do d. Quixote';
- 'A ponte e a circunstância';
- 'Momento';
- 'Cinco poema do inútil desespero';
- '1.º'; '2.º'; '3.º'; '4.º'; e '5.º';

A SEGUNDA VOZ
- 'Vento', a José Luís Brandão;
- 'Elegia', para Sebastião da Gama;
- 'Poema', ao Custódio;
- 'Apontamento para uma sonata de Mozart';
- 'Retrato', a Teixeira Pascoaes;
- 'Canção para a tua poesia', a Natércia Freire;
- 'Canção para o apóstolo';
- Poema', a Lucília Helena e Sarmento de Beires.




O AUTOR - Vasco de Lima Couto:
"Nasceu no Porto a 26 de Novembro de 1923 e faleceu em Lisboa a de 10 de Março de 1980.
Foi poeta, actor, encenador, declamador e radialista português.

Percurso:
Estreou-se como actor em 27 de Março de 1947. Em 13 de Março de 1951 entrou para a Companhia de Amélia Rey Colaço - Robles Monteiro, a mais conceituada da época. Trabalhou também no Teatro Experimental do Porto, Teatro da Câmara - Estufa Fria, Teatro da Trindade e Teatro Experimental de Lisboa.

Foi para Angola onde colaborou em programas de rádio.

Regressou a Portugal em 1974. Trabalhou no Teatro da Cornucópia e na Companhia de Maria Matos.

Em 1975, gravou o seu segundo disco de poesia com poemas da sua autoria.

Homenagem:
Em Constância existe um museu monográfico dedicado ao poeta, reunindo o seu espólio. A actual Casa Museu Vasco de Lima Couto é, desde os anos 70, propriedade de José Ramos Ferreira, o Zé Brasileiro, português de Braga dos versos de Vasco de Lima Couto.

A Casa Museu Vasco de Lima Couto foi oficialmente inaugurada em 1981.

OBRAS EDITADAS:
- 'Arrebol' (1943);
- 'Romance' (1947);
- 'Recado Invisível' (1950);
- 'Os olhos e o silêncio' (1952);
- 'O Silêncio Quebrado' (1959);
- 'Esta continua saudade...' (1974);
- 'Bom Dia Meu Amor...' (1974);
- 'Deixando discorrer os rios' (1975);
- 'Canto de Vida e de Morte' (1981);

Discografia:
O single 'Erotica' inclui os poemas 'A voz perto de Mim', 'O Futuro é Hoje', 'Para ver se te desprezo', 'Pois', 'Adolescente', 'Felatio', 'Posse' e 'Realmente não'. Os poemas são ditos pelo próprio autor e com música e acompanhamento de Duarte Costa."




Preço: 50,00€

Sem comentários:

Enviar um comentário

APÓS A SUA MENSAGEM INDIQUE O SEU E-MAIL E CONTACTO TELEFÓNICO
After your message, please leave your e-mail address or other contact.