quarta-feira, 23 de março de 2016

Angola & Literatura - 'LUUANDA', de Luandino Vieira - Edição ABC - Luanda 1963 (Fac-simile - Lisboa 2014)



Angola & Literatura - A primeira edição da obra em fac-simile lançada no 50º ano do seu lançamento


'LUUANDA'
De Luandino Vieira
Edição ABC
Luanda 1963

Edição fac-simile
Editorial Caminho - Lisboa 2014


Uma obra da literatura moderna angolana de expressão portuguesa com inúmeras edições em Portugal e Angola, além de traduções em diversas línguas e alvo de estudos e interpretações de especialistas em literatura, com teses de mestrado inclusive.

A sua primeira edição, impressa nas oficinas do 'ABC' em Luanda ocorreu em 1963.

Em 1965 foi distinguido com o 'Grande Prémio da Novelística', da SPE (Sociedade Portuguesa de Autores). Em consequência da repressão que se seguiu pela censura e pela PIDE, a SPE foi encerrada e os membros do júri perseguidos. O livro seria proibido e recolhido. Surge assim, uma segunda edição, com a indicação de ter sido efectuada em Belo Horizonte, Brasil, mas de facto efectuada por agentes da PIDE em Braga, conforme processo que o autor colocou nos tribunais portugueses.


JOSÉ LUANDINO VIEIRA
Pseudônimo literário de José Vieira Mateus da Graça (poeta, contista, tradutor), nascido na Lagoa do Furadouro, concelho de Ourém (Portugal) em 4 de Maio de 1935, mas emigrou com os pais para Angola em 1938. É cidadão angolano pela sua participação no movimento de libertação nacional e contribuição no nascimento da República Popular de Angola.
Passou a sua infância e juventude em Luanda, onde fez o ensino primário e secundário.
Foi preso pela PIDE em 1959, no âmbito do Processo dos 50, e de novo preso em 1961. Condenado a 14 anos de prisão e medidas de segurança, em 1964, foi transferido para o campo de concentração do Tarrafal, Cabo Verde, onde passou 8 anos.
No âmbito da abertura marcelista, foi libertado em 1972, mantido em regime de residência vigiada em Lisboa. Iniciou então a publicação da sua obra, na grande maioria escrita nas diversas prisões por onde passou.
A sua estreia literária foi feita na revista Mensagem, da Casa dos Estudantes do Império de Lisboa, em 1950, tendo colaborado nesta revista em anos posteriores (1961-1963) e ainda em 'O Estudante' (Luanda, 1952), 'Cultura' (Luanda, 1957), 'Boletim Cultural do Huambo' (Nova Lisboa, 1958), 'Jornal de Angol'a (Luanda, 1961-1963), 'Jornal do Congo' (Carmona, 1962), 'Vértice' (Coimbra, 1973) e 'Jornal de Luand'a (1973 -?), entre outros.
Em 1975 regressou a Angola. Organizou e dirigiu a Televisão Popular de Angola (1975-1978), ocupou ainda os cargos de diretor do Departamento de Orientação Revolucionária do MPLA (1975-1979) e do Instituto Angolano de Cinema (1979-1984), foi co-fundador da União dos Escritores Angolanos, sendo seu secretário-geral (1975-1980 e 1985-1992) e secretário-geral adjunto da Associação dos Escritores Afroasiáticos (1979-1984). Na sequência das eleições de 1992, e do reinício da guerra civil angolana, regressou a Portugal. Radicou-se no Minho Vila Nova de Cerveira.
Recebeu vários prémios literários:
- No ano de 1961 recebe o prémio da Sociedade Cultural de Angola e da Casa dos Estudantes do Império de Lisboa;
- Em 1963 recebe o prémio da Associação dos Naturais de Angola e o Prémio Mota Veiga;
- Em 1965 foi-lhe atribuído o «Grande Prémio de Novelística» da Sociedade Portuguesa de Autores, para a sua obra 'LUUANDA'.
Na sequência desta atribuição, a Sociedade Portuguesa de Escritores foi encerrada pela PIDE, e o júri perseguido.
Em 2006, foi-lhe atribuído o Prémio Camões, que, ‘por razões íntimas e pessoais’, recusou receber. E em 2008, foi-lhe atribuído o Prémio Cultura do Ministério da Cultura do Governo de Angola.



A OBRA DO AUTOR
Contos e estórias curtas:
- 'A cidade e a infância' (1957);
- 'Duas histórias de pequenos burgueses' (1961);
- 'Luuanda' (1963);
- 'Vidas novas' (1968);
- 'Velhas histórias' (1974);
- 'Duas histórias' (1974);
- 'No antigamente, na vida' (1974);
- 'Macandumba' (1978);
- 'Lourentinho, Dona Antónia de Sousa Neto & eu' (1981);
- 'História da baciazinha de Quitaba' (1986);
- 'À espera do luar' (1998);
- 'Kapapa: pássaros e peixes' (1998); e
- 'A fronteira de asfalto' (2012).


Novelas:
- 'A vida verdadeira de Domingos Xavier' (1961); e
- 'João Vêncio. Os seus amores' (1979).


Romances:
- 'Nós, os do Makulusu' (1974);
- 'Nosso Mussequ'e (2003);
e
- 'O livro dos rios', 1º vol. da trilogia 'De rios velhos e guerrilheiros' (2006).

Infanto-juvenis:
- 'A guerra dos fazedores de chuva com os caçadores de nuvens'. Guerra para crianças (2006);

Fábulas angolanas:
- 'Kaxinjengele e o poder' (2007);
- 'Kiombokiadimuka e a liberdade' (2008);
- 'Puku Kambundu e a sabedoria' (2009);
- 'Kaputu Kinjila e o sócio dele Kambaxi Kiaxi' (2010);
- 'Ngola Mukongo e a Justiç'a (2011);
- 'Xingandele, o corvo de colarinho branco' (2012);
- 'Dimandondo, o morcego dos três nomes' (2013); e
- 'Katubia Ufolo, o pássaro serpente' (2015).



Preço: 20,00€

Sem comentários:

Enviar um comentário

APÓS A SUA MENSAGEM INDIQUE O SEU E-MAIL E CONTACTO TELEFÓNICO
After your message, please leave your e-mail address or other contact.